Google lança atualização do Android Auto, também para versões antigas do Android

Rui Bacelar
Comentar

O Android Auto é a solução da Google para entregar mais utilidade aos centros de multimédia e entretenimento dos veículos mais recentes. É uma proposta já disponível há vários anos, mas ainda está longe de ser uma solução massificada no mercado automóvel.

Para além disso, o Android Auto depende bastante do smartphone de companhia. Ora, caso o utilizador tenha um smartphone Android mais antigo, parte das funções das versões atuais não estavam disponíveis. Algo que a Google tentou recentemente corrigir.

Atualização do Android Auto traz novidades e problemas às versões antigas do Android

Android Auto
Utilizadores de smartphones antigos forçados a atualizar o Android Auto.

As últimas atualizações para esta plataforma, apesar de prometerem um suporte alargado para as versões mais antigas do sistema operativo, e parcialmente cumprem este propósito, trazem também novos problemas. Assim, com base nas mais recentes queixas dos utilizadores, podemos constatar que este update não trouxe apenas boas novidades.

Sabemos, em primeiro lugar, que a Google está atualmente no processo de alteração do suporte básico e funcionamento geral de todo o Android Auto. Recordamos que este seu sistema de entretenimento para os automóveis tem recebido mais atenção e continua a querer trazer a informação relevante para o grande ecrã do centro de infotainment.

Porém, para as versões mais antigas do sistema operativo Android, o suporte parece ter sido interrompido. Na prática, quem tem um smartphone mais antigo, com alguma das versões referidas, deixa de poder usar esta app e tudo o que tem para oferecer.

Utilizadores forçados a fazer um update não suportado

Google is sneakily cutting off support for older phones on Android Auto by forcing an update

— Harinder Sahajpal (@HarinderSahajp1) 2 de novembro de 2022

Assim sendo, ao não conseguir atualizar o Android Auto, o utilizador fica efetivamente preso num ciclo repetitivo, vulgo loop. Ao não conseguir sair deste ponto, perde o acesso à utilização da plataforma e tudo o que esta tem para oferecer.

Portanto, tal como é indicado, para smartphones com o sistema operativo Android 6 e Android 7, é o fim do suporte e acesso às funcionalidades desta plataforma. A "ponte" que liga o dispositivo móvel ao nosso veículo automóvel.

Note-se ainda que esta atualização obrigatória, para os utilizadores que a conseguem fazer, traz novos problemas. Com efeito, muitos utilizadores estão a reportar erros na utilização normal do Android Auto com ecrãs em branco e / ou mapas ao contrário.

Para além disso, a informação e respetivo layout e grelha de apresentação aparece desformatada em alguns ecrãs.

Por fim, estima-se que os utilizadores de Android Auto em smartphones com o Android 6 e / ou Android 7 sejam já escassos, cerca de 15% da baste total de utilizadores.

Porém, o facto de estes estarem a ser forçados a atualizar a aplicação, algo que resulta num loop de frustração, é algo meritório de críticas.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt