Home Android

Google e Essential lideram as atualizações de segurança no Android

Dados oriundos de um estudo que mede a celeridade das marcas na disponibilização deste tipo de atualizações.

Google Essential Android
Google e Essential na linha da frente na segurança do Android

Ataulizações no sistema operativo Android é um tema que dá pano para mangas. Este é o principal calcanhar de Aquiles do sistema operativo da Google. O ponto que gera mais controvérsia. Sejam elas atualizações ao próprio sistema operativo ou meras atualizações de segurança, nem todos têm o mesmo tratamento. Neste último ponto temos uma Google e Essential a demarcarem-se das restantes, segundo a SecurityLab.

O Android tem as suas vantagens e desvantagens sobre o seu principal concorrente iOS. A facilidade de personalização do aspeto do sistema operativo é um dos pontos que mais elogios arranca. Sendo este um sistema operativo de código aberto, qualquer um pode personaliza-lo a seu bel-prazer.

Vê ainda: Huawei P20 Lite poderá contar com câmaras da LEICA

Mas é precisamente esta liberdade de personalização que compromete as suas atualizações atempadas. Estas são tratadas pelas próprias marcas, adaptando-as às suas interfaces. Aquelas que estão mais próximas do Android no seu estado mais puro levam, obviamente, a dianteira.

Mas não nos foquemos nas atualizações do sistema. Vamos falar em algo mais simples e de extrema importância para todos os utilizadores. Refiro-me às atualizações de segurança. Pequenas correções que têm como objetivo colmatar falhas de segurança descobertas no sistema operativo.

A Google liberta mensalmente um pacote com este tipo de atualizações. Muitas das vezes estes são de tamanho reduzido e de fácil implementação, visto que não mexem com o aspeto gráfico do sistema em si. No entanto, existem muitas marcas que falham redondamente até neste quesito. Faz um pequeno exercício: qual é a data da última atualização de segurança no teu smartphone?

Apple lidera por completo a tabela da SecurityLab 

Para medir o pulso ao mercado neste campo, a SecurityLab disponibilizou a tabela das empresas mais céleres no que às atualizações de segurança diz respeito. Um estudo de mercado que assentou em quatro principais fatores:

  • Menor tempo na disponibilização de uma atualização após a descoberta de uma vulnerabilidade;
  • Tempo de demora em tornar essa atualização disponível para todos;
  • Se as atualizações estão independentes das operadoras;
  • Por quanto tempo um equipamento é suportado.

Depois de medidos todos estes pontos, é sem grande surpresa que se vê a Apple a liderar esta tabela. A empresa de Cupertino tem controlo total sobre o hardware e software dos seus equipamentos. Fator preponderante para a celeridade na disponibilização das suas atualizações.

Já quanto olhamos para o mercado Android, temos uma grande disparidade entre marcas. A liderar esta secção temos a Google e a Essential como as mais céleres neste tipo de atualizações. Estas empresas atualizam os seus equipamentos numa questão de dias, dados avançados pela SecurityLab

Já quando olhamos para a Samsung, a maior construtora de dispositivos móveis do mundo, o cenário é bem diferente. Esta posiciona-se na segunda metade da tabela. Encontra-se abaixo de marcas como Nokia, Sony, Huawei ou LG.

Mais ainda, este estudo adianta que a empresa sul-coreana oferece suporte aos seus dispositivos, em média, por dois anos e meio. Em alguns modelos este limite temporal cai para apenas um ano.

Google e Essential destacam-se no mercado Android

Aqui, mais uma vez, destacam-se a Google e a Essential que oferecem três anos de atualizações de segurança. Bem, no caso da Essential esta é apenas uma previsão, visto que o seu primeiro equipamento foi apresentado no ano passado.

Números que, mais uma vez, ficam bem atrás do desempenho da Apple. A empresa de Cupertino oferece até um máximo de cinco anos de suporte para os iPhone. Números que arrasam por completo qualquer concorrente Android. Números que deveriam fazer as restantes marcas parar para pensar um pouco.

Esta é a realidade que se vive atualmente no mercado móvel. Estes são números que deveriam fazer com que muitas das construtoras Android repensassem a sua política de atualizações. Este pode ser um pequeno detalhe que ditará a satisfação futura dos seus utilizadores.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Motorola V3 (Razr) poderá voltar ao mercado no próximo ano

Samsung Galaxy S9. A DeX e a experiência “Linux on Galaxy”

Existência do Huawei Watch 3 confirmada pelo CEO da marca

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.
Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia