Google aposta em material reciclado para os seus produtos ainda em 2019

Vitor Urbano
Comentar

A Google fez hoje um anúncio muito importante para o futuro das suas várias linhas de produtos "Made by Google". A fabricante anunciou que irá, ainda este ano, começar a utilizar materiais reciclados para o fabrico dos seus produtos.

Mais ainda, ficou também a promessa de que até 2020, as emissões de carbono de todos os seus produtos serão neutras. O grande objetivo é conseguir fazer a transição para um futuro mais 'verde' no que respeita à composição dos seus produtos. Ao que tudo indica, o primeiro exemplo será um novo produto que será lançado antes do final de 2019.

Google home Mini tecido

Google Home poderá ser o primeiro produto "verde" da empresa

Não foi confirmado de forma oficial, mas fontes revelam que um dos engenheiros responsáveis pelo desenvolvimento deste produto, fez uma proposta muito interessante. Em vez de utilizar o habitual tecido de poliéster, propôs a utilização de um tecido obtido através de garrafas recicladas.

Durante os últimos anos, a empresa tem vindo a planear cuidadosamente estas alterações. Além de oferecer produtos 'amigos do ambiente', têm também de garantir que estes novos materiais conseguem oferecer o mesmo nível de resistência e performance.

Visto que o Google Home é o mais antecipado produto ainda por revelar em 2019, parece quase certo que será ele o escolhido.

Produtos Made by Google

Até 2020, os produtos "Made by Google" vão ter materiais reciclados

O grande objetivo é conseguir, ao longo do tempo, trazer estas alterações para todos os seus produtos. Numa previsão otimista, esperam conseguir integrar estes materiais reciclados em todos os seus produtos até 2020.

Assim sendo, será de esperar que até ao final do próximo ano, produtos com os smartphones Pixel, computadores portáteis Pixelbook e a vasta oferta de colunas inteligente, já tenha diversos materiais reciclados.

Esta não é a primeira estratégia implementada pela Google no que respeita a este problema global. Recentemente, decidiram cortar nas suas emissões ao alterar a forma como transportam os seus produtos. Ao trocar os aviões, por barcos, conseguiram uma redução total de 40%.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.