Home Android

Project Treble: A solução da Google para a fragmentação do sistema Android

Esperemos que as várias construtoras adotem este Project Treble pois ninguém gosta de esperar quase um ano pela próxima atualização do Android, nem mesmo as marcas.

Fragmentação Project Treble Google AndroidA Google lançou no passado dia 21 de agosto a nova versão do seu sistema operativo, o Android Oreo (8.0) com várias novidades e melhorias de segurança, autonomia e fluidez. Contudo esta versão não deverá chegar ao teu smartphone até ao final do ano, na melhor das hipóteses. Entretanto poderás certamente utilizar a ROM LineageOS 15 mas nem isto solucionará um dos maiores problemas do Android, a fragmentação. Para tal, a Google terá uma solução, denominada de Project Treble.

Vê ainda: Top 10 – As novidades do Android Oreo para o teu Smartphone

Em primeiro lugar, o que é que entendemos por fragmentação e porque é que isto é algo negativo? Muito sucintamente, apesar de atualmente a versão mais recente ser o Android Oreo, nem mesmo a versão anterior, o Nougat, está presente em número significativo nos dispositivos. Em agosto a versão Nougat contava apenas com 13.5% de representação, existindo uma grande divisão entre versões deste OS.

O principal impacto negativo são as preocupações com a segurança dos dispositivos mais antigos que estarão inevitavelmente mais expostos a ameaças do que um dispositivo atualizado. É esta incapacidade da Google unificar o seu Android em torno de uma ou duas versões majoritárias que lhe tem valido sérias críticas ao longo dos anos.

Project Treble – Dividir e compartimentar para unir o Android

Voltando ao Android Nougat, esta versão foi lançada pela Google há mais de um ano. Contudo, apenas 13,5% dos dispositivos o utilizam neste momento. Agora, num esforço para combater o grande período de espera pelas novas atualizações com versões do Android, a Google anunciou o seu grande projecto Project Treble.

Precisamos de compreender o que é que o Project Treble faz na prática. Contudo, em primeiro lugar é precisa saber como se processa uma atualização para Android.

Posto isto, precisamos de perceber como é que funciona o processo de atualizações do Android. Este processo de updates pode ser resumido a 5 etapas:

As etapas de um update para Android

  1. Publicação do AOSP (Android Open Source Project) – A Google publica o código-fonte de cada nova versão dos seu sistema Android.
  2. Booting/ Compatibilidade de Hardware – As construtoras de processadores (SoC’s) como a Qualcomm, Samsung, Hisilicon, MediaTek, etc.) adaptam e modificam o código-fonte para que o Android seja compatível com os seus “motores” e com todo o hardware dos seus equipamentos, sem que nenhuma função fique de fora.
  3. Modificações das construtoras – Este código-fonte já com as alterações necessárias para os processadores é então entregue às construtoras de dispositivos como a Samsung, LG, Huawei/Honor, OnePlus, HTC, etc.) para que estas possam em seguida incluir o seu próprio software de sistema (firmware).
  4. Fase de Testes – As construtoras fazem várias fases de testes internos para este firmware, normalmente em parceria com as operadoras.
  5. Publicação Geral – Por último o update está pronto para os utilizadores final e é distribuído gradualmente via OTA (over the air).
Fragmentação Project Treble Google Android
O habitual processo de atualizações no Android

A Google é, regra geral, muito rápida a disponibilizar o código-fonte de cada nova versão do Android e até chega mesmo a partilhar de forma privada este código com algumas das suas parceiras, veja-se a Huawei.

Desta forma as construtoras podem começar logo a trabalhar nas actualizações de software ao possuir todo o código fonte. Contudo, a Google não tem qualquer controlo sobre a duração dos pontos 4 e 5 da tabela acima referida. Agora, com o Project Treble, a Google terá encontrado uma maneira de reduzir o tempo necessário para a fase 2.

Project Treble da Google pretende agilizar a 2ª etapa

O Project Treble quer reorganizar todo o Android, ainda que a um nível muito básico, para que seja mais fácil às construtoras de processadores (SoC’s) testarem e assegurarem-se da compatibilidade entre hardware e software.

Fragmentação Project Treble Google Android
Antes do Project Treble

A Google está a compartimentar, a dividir o seu Android em módulos para que o framework, a estrutura do Android esteja separada das configurações específicas para cada dispositivo que por norma são definidas por cada construtora de processadores.

Reduzir a fragmentação e o tempo de espera

Apelidada de Vendor Interface será validada pela Vendor Test Suit (VTS) para que uma Qualcomm, MediaTek, Samsung, Huawei, etc, saibam exatamente quais são as configurações necessárias para que o seu processador possa correr o Android.

A grande vantagem introduzida pelo Project Treble será a possibilidade das construtoras (OEM’s) poderem optar por atualizar os seus smartphones ao simplesmente atualizar o framework (o código base) sem terem que esperar que as construtoras de processadores lancem o seu código de implementação.

Fragmentação Project Treble Google Android
Depois do Project Treble

Na prática, esta medida poderá reduzir não só a fragmentação como também o tempo de espera habitual para que o utilizador final possa usufruir das novidades. Principalmente agora a partir do Android Oreo. Não podemos, contudo, prever o quão mais rápido passará a ser o processo de atualização.

A Microsoft já tinha resolvido este problema há bastante tempo ao abstrair o hardware dos drivers Windows portanto esperamos que esta grande mudança ao nível mais básico do Android possa aproximar a Google da Microsoft neste aspecto. Note-se que o Project Treble já está incorporado nos smartphones  Google Pixel e Pixel XL desde as “Developer Preview” do Android O, agora Android Oreo.

Apesar do Project Treble da Google, a fragmentação do Android é uma realidade que temos de aceitar

Infelizmente a esmagadora maioria dos smartphones existente não verão os frutos do trabalho desenvolvido neste Project Treble.

Ainda serão necessários uns bons anos para podermos ver se esta medida surtirá algum efeito na diminuição da fragmentação deste sistema operativo.

Esperemos que as várias construtoras adotem este Project Treble pois ninguém gosta de esperar quase um ano pela próxima atualização do Android, nem mesmo as marcas. A fragmentação deste sistema é uma realidade que temos de aceitar, pelo menos a curto e médio prazo.

Para mais informações sobre a este tema e tudo o que é tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no FacebookInstagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

Outros assuntos relevantes:

HP OMEN X Laptop – o PC Gaming mais poderoso do mercado?

Novo DLC para Splatoon 2 chega esta noite e traz nova arma

Game of Thrones – 3 Formas de matar os temíveis White Walkers

Viaxda
Fonteandroid-developers
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).