Good Time (Filme) – A tensão de uma noite bem caótica

Pedro Henrique

Good TimeQuase uma década depois da sua estreia como o vampiro sensação adolescente da saga Twilight, Robert Pattinson tem em Good Time a sua melhor performance da sua carreira.

Good Time conta a história de dois irmãos. Connie Nikas (Robert Pattinson) é um con artist (vulgo vigarista), que juntamente com o seu irmão Nick Nikas (Benny Safdie) um indivíduo com uma deficiência mental, tentam assaltar um banco com o objectivo final de saírem da cidade de Nova Iorque.

Vê ainda: Samsung Galaxy Note 7 - O desastre que a empresa não quer recordar

O assalto como seria de esperar, dá para o torto e após Nick ser capturado pela polícia, leva Connie a tentar de todas as maneiras retirar o seu irmão da prisão violenta sobre a possibilidade de Nick não conseguir sobreviver à noite.

Connie Nikas não tem um plano de mestre. Cada passo que dá é fruto da sua impulsividade. Algo que o arrasta constantemente para novos problemas numa noite extremamente louca.

Good Time conta a história de dois irmãos, estreou no ano passado!

Connie, no entanto, mostra uma anormal capacidade de dar a volta às pessoas. Faz disso uma das suas maiores forças. Pattinson, apesar de interpretar um criminoso/vigarista com poucas qualidades redentoras, consegue ter o espectador a torcer por ele em ordem a conseguir ajudar o seu irmão e até dar-lhe uma vida melhor.

Good Time deixa o espectador a questionar-se sobre o que vai acontecer a seguir. Isto é, algo que poucos filmes hoje em dia têm capacidade para fazer. E claro, sempre a um ritmo bem acelerado. Tal permite que a tensão suba desde bem cedo e apenas abrande na cena final.

A noite louca de Connie Nikas na ambição de libertar o seu irmão leva-nos a um submundo criminoso, psicadélico e angustiante da cidade de Nova Iorque que expõe à sua superfície a emoção pura de indivíduos que tentam sobreviver neste submundo duro.

Good Time não é o típico filme de Hollywood, e faz questão de o demonstrar constantemente. A direcção dos irmãos Safdie utilizando abundantemente os close up shots (ângulos próximos à face do ator) dão ao filme uma tensão e sentimento de gravidade e urgência bem reais. A soundtrack é usada de maneira excepcional ao adicionar camadas de tensão à história invés de a ofuscar.

Good Time não é o típico filme de Hollywood!

Connie Nikas marca o melhor papel até à data de Robert Pattinson, uma interpretação que podia muito bem ter valido uma nomeação para o Oscar de melhor ator ao britânico em 2018.

Benny Safdie faz também uma excelente atuação como Nick Nikas. Trata-se de um papel que, à partida, seria bem difícil de desempenhar. Todo o elenco “secundário” esteve a um nível bastante bom também.

Good Time pode ter passado despercebido para a Academia, no entanto, a este thriller/drama o que não falta é qualidade. O filme além de excelentes actuações, junta uma aventura de uma noite bem emocionante com a incerteza constante do que irá acontecer na cena seguinte e como tal, a visualização deste filme é recomendada.

Assuntos relevantes na 4gnews:

WhatsApp para Android terá finalmente característica há muito prometida

Huawei vende mais smartphones com a ”notch” do que a Apple

Xiaomi Mi Notebook Pro 2 é o novo PC de topo da empresa chinesa

Artigo por Ricardo Magalhães

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.