Game of Thrones (GoT): 5.º episódio reuniu sete guerreiros aleatórios

Pedro Henrique
Game of Thrones (GoT) Série
Como seria de esperar de Game of Thrones (GoT), o último episódio foi épico!

O início do episódio 5 da 7.ª temporada de Game of Thrones (GoT) foi mais um marco para a série. O episódio em si não teve nenhum ponto máximo de emoção sem igual, mas vários aspetos intensos, que deixariam e deixaram - com certeza - qualquer um extasiado.

Em primeiro lugar, e como seria de supor, Jaime está vivo. O irmão da Rainha mais malvada dos Sete Reinos foi salvo por Bronn e este disse-lhe que seria a última vez que se meteria com Dragões. A ver vamos.

Vê também: Dica – Beachap é a App que tens de ter no teu Smartphone este Verão

Entretanto, as cinzas e o calor fazem-se sentir e é aí que se vê a tristeza de Tyrion. O mais pequeno dos Lannisters olha com alguma indignação para aquilo que aconteceu ao seu povo, à sua Casa. Aí, nota-se a parcialidade de uma das personagens mais adoradas de Game of Thrones (GoT).

De seguida, Daenerys aparece numa cena em que, mais uma vez, leva a série a compará-la a Cersei. Será também esta uma rainha que se limita a decapitar quem lhe desobedece? Bem, a resposta será negativa por duas razões. Em primeiro lugar, a Mãe dos Dragões não executará ninguém com recurso a outra arma se não o fogo.

Mais uma vez, houve fogo em Game of Thrones (GoT). E morreram mais duas pessoas à custa disso...

Em segundo, a jovem mulher diz ainda que sempre concederá duas hipóteses àqueles que lhe fizerem frente. Poderão aliar-se a ela, ou não. E só optando pela segunda resposta terão o destino traçado. E foi isso que aconteceu aos Tarly, pai e filho.

É verdade, o irmão e o pai de Sam recusaram aliar-se a Daenerys, mesmo contra a vontade de Tyrion. Dessa feita, a mesma ordenou a Drogon que os queimasse vivos e, lá está, mais uma Casa partiu, quase.

Depois, Drogon e Daenerys regressaram a Dragonstone e é nessa altura que acontece um dos momentos mais épicos de Game of Thrones (GoT) e que em muito confirma várias teorias que se criaram durante muito tempo. Drogon acaba por pedir um pequeno carinho a Jon, ao qual o Rei do Norte correspondeu. É aí que Daenerys fica surpreendida, e bastante.

No entanto, também Ser Jorah voltou a Dragonstone, como havia prometido à sua rainha. Agora sem doença alguma, o antigo seguidor da Mãe dos Dragões chegou com a máxima vontade de ajudarKhaleesi.

A série tem muito que mostrar até ao final! Será que os maesters terão a atitude que Sam lhes pediu que tivessem?!

De volta a Winterfell, Bran sobrevoa, sob a forma de vários corvos, todo o Norte passando a Muralha e avistando o Exército dos Mortos, até que o Rei da Noite olha para si e o jovem Stark volta a si. Nesse momento, Bran sabe que tem de avisar os maesters que estão na Cidadela, que o levam pouco a sério e onde Sammwel Tarly é obrigado a impor-se.

E por falar em Mortos, foi por esse motivo que Jon viajou até Dragonstone, e essa viagem já valeu a pena nem que seja pela ligação (e admiração) que parece ter Daenerys pelo bastardo mais admirado da série.

No entanto, em Winterfell, alguns aliados vão mostrando a Sansa a sua impaciência e incompreensão sobre a saída longa de Jon para o Sul. Dizem até que ela sim, deveria ser a Rainha do Norte e não ele. Porém, a (agora) mulher de cabelos ruivos nada faz, não contraria, nem discorda.

Ao assistir a tudo isso, Arya acaba por ficar bastante aborrecida e vê na irmã aquela menina de outrora. Que se importa apenas com as opiniões dos outros e nada mais. Será Sansa uma pequena Cersei? E por falar em irmãos, Cersei está à espera de um bebé, filho de Jaime. O quarto. Será que nascerá? Contrariará a profecia?!

Os encontros e reencontros têm sido o forte desta temporada da série Game of Thrones (GoT)!

E Gendry? Alguém se lembra dele? Davos foi buscá-lo e o mesmo não disse que não. E é nessa altura que o 5.º episódio da temporada se torna ainda mais interessante. Ao encontrar-se com Jon Snow, Gendry diz quem é. Que é filho, também bastardo, de Robert. Cria-se aí, instantaneamente, uma nova amizade que promete dar frutos. Os dois bastardos prometem ser tão amigos quanto os seus pais foram, ou ainda mais.

De volta ao Norte, Snow despede-se de Daenerys e já se nota a relação que a mesma criou para com o mais adorado dos reis. Com Snow irá Gendry e Ser Jorah, que tentarão concretizar a missão para o qual se comprometeram. Trazer um White Walker a Cersei, fazê-la ver que é real.

Vê ainda: Disney retirará filmes da Netflix pois terá o seu próprio serviço “streaming”

Antes do final, esse sim, épico, começa a ver-se a manipulação de Mindinho a dar os frutos que o mesmo pretendia, desde início. Baelish tem a maior das artes e, mesmo que as duas vítimas sejam irmãs, Sansa e Arya, o manipulador sabe que não as poderá deixar que se aproximem.

Por último, o mais recente episódio da série termina com Snow, Tormund, Jorah, Gendry, Beric, Thoros de Myr e The Hound. Os sete guerreiros, vingadores ou tudo o que se lhes quiser chamar partem para uma jornada que será o foco do episódio seguinte. Conseguirão eles completar o seu objetivo com sucesso?

Outros assuntos relevantes:

Samsung Galaxy Note 9 poderá vir a detectar o álcool no sangue

Gypsy – Quando a ética profissional é posta em causa

Top 5 – As séries mais marcantes disponíveis na Netflix

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.