Samsung Galaxy S8

O Samsung Galaxy S8 foi apresentado e, uma das grandes novidades que o novo modelo da Samsung traz consigo é a Bixby. Tanto o S8 como o S8+ contam com o apoio da assistente inteligente da empresa sul-coreana.

Mais do que isso, os dois Galaxy S8 têm um botão físico dedicado, exclusivamente, a esse recurso. A questão que se colocava até agora era se tal botão poderia ser configurado de modo a servir para qualquer outro efeito que não esse. A resposta é: Sim!

   

Felizmente, a Samsung permite que tal seja personalizado. Com efeito, os utilizadores deste(s) excelente(s) smartphone(s) ganham um novo atalho, melhor que qualquer outro. Afinal, estamos a falar de um botão físico. E o que poderás acionar com base nessa personalização? Praticamente tudo.

Google Assistant, um jogo qualquer, a câmara, tudo. E como se faz? Não é nada complicado. Basta recorrer a uma aplicação de terceiros que sirva para o efeito. Por exemplo, na Play Store, poderás encontrar uma aplicação chamada All in One Gestures que, facilmente, te permitirá alterar a função desse pequeno botão.

Provavelmente, para um smartphone novinho em folha e com tanto potencial para poder vir a ser um dos Melhores de 2017, esta pequena porta que se abre e que possibilita o uso de hardware físico para o fim que cada um pretender é excelente. Isto porque, mesmo que eu e tu, leitor, não gostemos da Bixby ou não vejamos nela qualquer utilidade, poderemos ter necessidades diferentes e, por isso, personalizar o tal botão de modo variado.

Vê ainda: Câmara do Xiaomi Mi6 deverá contar com zoom óptico de 5x

Uma semana depois de ser apresentado e depois de meses a aparecer constantemente em rumores diversos, os Samsung Galaxy S8 ainda dão que falar. Outra coisa não seria de esperar de tais peças de tecnologia correto?

Outros assuntos relevantes:

LG finalmente começa a distribuição global do LG G6

Motorola Moto Z de 2017 já tem nome e lógotipo associados

Android O poderá ativar o Wi-Fi automaticamente perto de redes conhecidas

ViaGSMArena
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.