Fortnite. Hackers adolescentes ganham milhares de euros à semana

Vitor Urbano
Hackers adolescentes ganham milhares de euros com Fortnite
Hackers adolescentes ganham milhares de euros com Fortnite

O Fortnite tornou-se durante este último ano um dos jogos mais populares de sempre, com vários milhões de jogadores ativos todos os dias. Com a grande base de jogadores e milhões de euros em transações diárias, é a presa ideal para muitos hackers.

De acordo com fontes da BCC, cerca de 20 hackers confirmaram que montaram o seu próprio 'negócio', roubando contas do Fortnite e vendendo-as online. Este é um método praticado em vários outros jogos, o problema é que todos estes hackers são apenas adolescentes.

Vê ainda: Epic Games prepara-se para faturar mais uns milhões com o Fortnite

Relembro que apesar de ser um jogo disponibilizado gratuitamente em todas as plataformas, o Fortnite já gerou receitas a cima dos mil milhões de euros desde que foi lançado. Todas as suas receitas são feitas através de compras in-game de vários tipos de addons para o as personagens, puramente estéticos.

Hackers adolescentes ganham milhares de euros a vender contas do Fortnite

Assim como aconteceu em tantos outros jogos, como por exemplo o Fifa Ultimate Team e o negócio de venda de coins online, também o popular Battle Royale acabou por dar origem a um novo 'mercado negro'.

Nesta zona mais 'escura' do ecossistema do jogo da Epic Games, hackers podem vender contas a partir dos 25 cêntimos, até várias centenas de euros. Obviamente, o seu preço irá estar diretamente relacionado aos conteúdos da conta em questão.

Num dos casos específicos relatados pela BBC, o hacker tem apenas 14 anos e acabou por entrar neste mundo por ter sido vítima de um ataque semelhante. Depois de ter 'investido' cerca de 55 euros do seu dinheiro para fazer crescer a sua coleção de skins, viu a sua conta ser roubada de um dia para o outro, ficando sem nada...

Fortnite Red Dead Redemption 2

Após recorrer ao Twitter para revelar a sua história. Foi abordado por um utilizador que propôs vender-lhe uma conta por apenas 25 cêntimos. Após ver que a conta valia muito mais, não pensou duas vezes.

Assim, depois deste acontecimento, não demorou muito tempo até que se visse atraído pelo mundo do "Fortnite cracking". Diz ter sido abordado por uma equipa de hackers que basicamente, o treinou para conseguir participar no seu esquema de roubar contas. A partir daí, a história repete-se com milhares de contas roubadas e a serem revendidas na internet.

Milhares de jogadores têm a sua conta Fortnite roubada todos os dias

Ainda mais, um dos mais bem sucedidos hackers tem 17 anos e é da Eslovénia. Realizando todo o seu 'negócio' através do seu próprio website. Inicio as suas atividades neste mundo do Fortnite há cerca de 7 meses, tendo faturado mais de 17 mil euros.

Por fim, como estes dois exemplos, existem muitos mais espalhados pelo mundo, a lucrar milhares de euros por mês. Infelizmente, parece que não há nada que a Epic Games consiga fazer para eliminar estes acontecimentos. Especialmente porque grande parte das vezes deve-se à ingenuidade dos seus jogadores.

Ainda assim, a Epic Games já confirmou que continua empenhada em desenvolver novas ferramentas. Com o intuito de aumentar a segurança das contas dos jogadores do Fortnite.

Editores 4gnews recomendam:

Fortnite dá as boas vindas ao Natal com muitas novidades especiais

Fortnite para Android já funciona em mais smartphones gama-média

Fortnite: Pais desligam a TV a meio do jogo e as reações são hilariantes

Fonte

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.