FIFA 23 terá novo sistema anti-cheat na sua versão para PC

Carlos Oliveira
Comentar

Com o aproximar do tão esperado lançamento de FIFA 23, a EA fez uma revelação muito importante para todos os amantes deste jogo. Um novo sistema anti-cheat será estreado com esta versão do popular simulador de futebol.

Como é óbvio, este sistema tem como missão diminuir o impacto que batoteiros têm nas versões competitivas de FIFA 23. Será uma nova ferramenta concebida a pensar na equidade entre todos os intervenientes neste simulador.

Novo sistema anti-cheat de FIFA 23 foi concebido para promover a equidade

Esta promete ser uma das melhores notícias que os fãs da saga FIFA poderiam receber a poucos dias do lançamento do novo jogo. Uma ferramenta que irá afugentar todos os que instalam soluções externas para potenciar, deslealmente, o seu desempenho.

FIFA 23

Tal como a EA refere no seu blog oficial, este novo sistema anti-cheat chega para promover o fair-play entre todos os jogadores de FIFA 23. É um sistema concebido ao nível do núcleo do jogo e que permitirá detetar batotas que até agora passavam despercebidas.

Este sistema é designado de EA AntiCheat. O diretor de segurança e anti-cheat da EA refere: "As soluções anti-cheat de terceiros são geralmente opacas para as nossas equipas e impedem-nos de implementar controlos de privacidade adicionais ou personalizações que fornecem maior precisão e granularidade para modos de jogo específicos da EA.".

O novo sistema anti-cheat da EA não será utilizado em todos os jogos desenvolvidos pelo estúdio. Este será vocacionado para os títulos competitivos da sua autoria, onde a frustração com estas práticas é maior entre os jogadores honestos.

Com FIFA 23 a poder ser jogado entre diferentes plataformas, aqueles que jogarem nas consolas poderão estar descansados, pois não se debaterão com os batoteiros na versão PC. Uma vez mais, o intuito é proporcionar igualdade entre todos os jogadores.

O EA AntiCheat poderá ser removido do teu PC em caso de desinstalação de todos os jogos da EA. Será ainda possível remover manualmente este mecanismo, porém, títulos como FIFA 23 não poderão ser jogados sem ele.

FIFA 23

A tua privacidade não será comprometida

Aos mais preocupados com a sua privacidade, Elise Murphy sublinha que o EA AntiCheat não espiará ficheiros do utilizador. Irá analisar apenas os ficheiros necessários ao seu propósito.

Informações que nada tenham que ver com FIFA 23, por exemplo, o histórico do teu browser, não serão analisados pelo sistema agora anunciado. Todos os ficheiros irrelevantes à sua operação serão descartados.

Resta agora saber se este sistema anti-cheat também será aplicado a outros títulos competitivos da EA. Jogos como Apex Legends também teriam muito a beneficiar com uma solução semelhante.

Relembrar que FIFA 23 será lançado no próximo dia 30 de setembro para PC, Xbox Series X|S, Xbox One, PS4, PS5 e NIntendo Switch. Será o último a ostentar o nome do organismo que tutela o futebol mundial.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.