Facebook e Instagram podem acabar na Europa, ameaça Meta

Bruno Coelho
Comentar

A Meta (Ex-Facebook) submeteu por estes dias o relatório anual à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos. E as notícias parecem não ser animadores para os utilizadores de alguns dos seus principais serviços na Europa.

Segundo o que revela a empresa liderada por Mark Zuckerberg, esta pode encerrar os serviços do Facebook e do Instagram, caso não consiga acompanhar os novos regulamentos impostos pela União Europeia.

Meta deve passar a processar dados dos utilizadores apenas em solo europeu

Em causa está uma nova lei da União Europeia em que as empresas que recolhem dados dos utilizadores, devem mantê-los e processá-los em servidores em solo europeu. Esse é não é o caso da Meta.

instagram

Tanto os dados recolhidos pelo Facebook como os do Instagram são processados em servidores europeus e americanos. Algo que a empresa considera essencial para que os anúncios cheguem ao público-alvo.

Nick Clegg, da Meta, afirma que esta medida será limitadora para empresas da União Europeia que dependem dos serviços e anúncios da empresa. Recorde-se que esta notícia chega apenas alguns depois de o Facebook ter perdido utilizadores ativos diários pela primeira vez na sua história.

Isto levou a que as ações da Meta descessem 25%, e este movimento pode ser no sentido de tentar recuperar algum terreno. Até porque parece difícil que esta pense em abandonar um mercado tão importante como a União Europeia.

O Tribunal de Justiça da União Europeia considera que a troca de dados pessoas entre os Estados Unidos e a União Europeia não é legal. E a decisão tem gerado controvérsia entre empresas como a Amazon, Microsoft ou Google. Perante o cenário apresentado pela Meta, é um assunto que ainda promete fazer correr muita tinta.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.