Executivo da Xiaomi afirma que câmaras pop-up serão uma raridade com o 5G. Sabe porquê

Bruno Coelho
Comentar

Com o desenvolvimento tecnológico a nível mobile, um dos grandes desejos dos utilizadores é terem um ecrã sem qualquer obstrução. Seja esta uma margem, uma notch ou um buraco no ecrã.

É nesse sentido que as fabricantes implementaram mecanismos como as câmaras pop-up, de forma a conseguir o maior aproveitamento possível nos ecrãs dos seus equipamentos. Mas segundo Lu Weibing, vice-presidente da Xiaomi, esse mecanismo será uma raridade na era do 5G.

O também diretor-geral da Redmi admite que o número de componentes necessários num equipamento com 5G aumentou. E isso torna difíficil usar mecanismos como as câmaras pop-up.

Redmi K30 Pro
Redmi K30 Pro vai ter câmara pop-up

Para Lu Weibing, usar uma câmara frontal deste género é também um desafio na hora de desenhar a motherboard. Isto porque se esta for dividida em duas partes, pode sofrer na hora de dissipar o calor. Além disso, um equipamento com 5G precisa de uma bateria maior, para que a sua autonomia não saia sacrificada.

Redmi K30 Pro tem apresentação oficial marcada para 24 de março

Isto significa que o Redmi K30 Pro, com lançamento agendado para 24 de março, pode ser um dos últimos equipamentos da fabricante com câmara pop-up. A notícia pode ser vista como negativa, mas até uma próxima geração a fabricante pode já estar em condições de implementar uma câmara frontal por baixo do ecrã.

Até lá, os utilizadores ainda poderão adquirir um novo equipamento com este mecanismo. Não é perfeito, mas é das melhores opções para quem não queira ter um buraco ou notch a “incomodar” no seu ecrã.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.