Este poderá ser o próximo smartwatch/smartband da Huawei com HarmonyOS

Filipe Alves
Comentar

A Huawei tem vindo a trabalhar cada vez mais nos seus smartwatches e smartbands. Com o impedimento de instalar serviços Google nos seus smartphones, os wearables estão a dar à fabricantes vendas importantes para continuar relevantes.

A nova patente da marca mostra-nos como será um dos próximos smartwatches (ou smartband) da Huawei. Temos um gadget simples, pequeno e com um sistema totalmente diferente dos demais.

Smartwatch terá o novo HarmonyOS

Huawei novo smartwatch

Ao que parece, este novo smartwatch (vamos-lhe chamar assim) trará o sistema que a Huawei já vem há muito a prometer. Um sistema que conseguirá funcionar em wearables, televisões, computadores e até smartphones.

Não sabemos em concreto quais as principais diferenças deste sistema para o sistema Android, contudo, não é novidade para a marca trazer um sistema "não Google" nos seus smartwatches.

Huawei novo smartwatch

Lembro que há uns anos a Huawei reclamava que o AndroidWear (novo WearOS) não oferecia possibilidade de personalização de sistema como o sistema Android.

Ainda existiu um braço de ferro entre a Huawei e Google, contudo, a Google continuou o seu caminho com o sistema operativo para relógios inteligentes. A Samsung chegou a reclamar do mesmo.

Huawei novo smartwatch

Dessa forma, a Huawei acabou por desistir do sistema da Google para relógios inteligentes e a instalar o seu sistema. Que, ainda que não tenham as mesmas funcionalidades e design, nos dava uma autonomia seriamente superior ao WearOS da Google.

Agora os olhos estão apontados para o futuro da Huawei. O novo sistema operativo está próximo a chegar a mais gadgets e tudo indica que a Huawei só tenha este caminho a seguir. Isto porque não nos parece que a proibição dos EUA venha a cair tão cedo.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.