Disney+ está prestes a chegar à Europa, mas vai chegar com limitações

Vitor Urbano
1 comentário

O muito popular serviço de streaming da Disney está prestes a chegar à Europa, chegando a diversos países já no dia 24 de março. Relembro que até agora, o serviço havia apenas sido lançado na Holanda desde a sua inicial fase de testes.

No entanto, a sua chegada poderá não impressionar os utilizadores, visto que o Disney+ irá ter de seguir as mesmas diretrizes da Netflix, YouTube e Amazon. O serviço ficará disponível, mas com limitação na qualidade disponibilizada, sendo que os utilizadores poderão apenas aceder a conteúdo numa resolução máxima de 480p.

disney+ europa limitações

Medidas de restrição em serviços de streaming parece ser exclusiva da Europa

Ainda que estas medidas não tenha sido apresentadas de forma obrigatória, todos os serviços de streaming ativos na Europa não demoraram a aderir ao pedido do comissário da União Europeia, Thierry Breton. O grande objetivo é conseguir evitar um colapso dos serviços de internet.

No entanto, não parecem existir medidas semelhantes para qualquer outro mercado. Até agora não surgiu nenhuma informação que apontasse para que estas medidas viessem a ser replicadas em outros países, como por exemplo os Estados Unidos.

Espera-se que tal como aconteceu no mercado norte-americano, também na Europa o serviço seja alvo de uma grande procura. Por isso, Kevin Mayer confirmou que irão trabalhar em conjunto com as operadores, para garantir que não são sobrecarregados com demasiado consume de banda.

Governo francês adiou a chegada do Disney+

Apesar de Portugal não estar na primeira lista de países a receber o Disney+, a França viu-se excluída dessa lista, depois do seu próprio governo ter feito um pedido à empresa para adiar o lançamento no seu mercado.

Assim sendo, em vez de ficar disponível no dia 24 de março, os utilizadores em França terão de esperar mais duas semanas, vendo o serviço ficar ativo apenas no dia 7 de abril.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.