Xiaomi Uber

Para quem não gosta de smartphones ou marcas #chinaaopoder, está na hora de dar o braço a torcer, a Xiaomi não é uma marca qualquer. A empresa tem apenas 5 anos mas não só conseguiu ter sucesso na China, como entrar no Brasil a rebentar com todos os preços da concorrência e criar uma onda de fanatismo que é raro ver numa outra marca, onde os próprios utilizadores trabalham no desenvolvimento e tradução da MIUI.

Este novo serviço irreverente, é sem margem para dúvida um passo à frente, um serviço que nunca ninguém se lembrou até agora e é mais do que lógico. A partir deste momento os clientes Xiaomi na Singapura poderão comprar um smartphone simplesmente abrindo a app do Uber e pedir um taxi. Tão simples quanto isso.

   

Alguns taxistas andarão munidos com Xiaomi Mi Note, ao abrirem a app os utilizadores poderão selecionar o taxista que tem stock e o condutor traz-te de imediato o smartphone. Lógico? Bastante, estranho nunca ninguém se ter lembrado disto.

O serviço Uber continua a criar algumas controvérsias em alguns países onde os taxistas insistem em cobrar o triplo pela mesma viagem, mas com esta junção à Xiaomi, já não é só o Uber a lutar pela permanência nas cidades, agora também uma das maiores empresas de smartphones #chinaaopoder se uniu a esta luta.

A empresa Chinesa implementou algo idêntico no Brasil, mas para serviço pós-venda e apenas na cidade de São Paulo, contudo, acredito que não demorará até vermos o serviço UBER trabalhar com a Xiaomi em mais cidades espalhadas pelo mundo.

Talvez queiras ver: