Apple quererá lançar um novo HomePod com ecrã

Carlos Oliveira
Comentar

A Apple tomou recentemente a decisão de descontinuar o HomePod original. Com o desaparecer da sua coluna inteligente original, a empresa de Cupertino canalizou os seus esforços para o HomePod Mini.

Contudo, parece que a gigante americana não se encontra totalmente satisfeita com a sua oferta atual. De acordo com um novo relatório de Mark Gurman, a Apple estará a desenvolver um novo HomePod com um ecrã.

O analista da Bloomberg levanta assim a possibilidade de a Apple estar a desenvolver uma nova adição para a linha HomePod. O autor alerta ainda para o facto de o lançamento deste produto não estar iminente.

Apple HomePod

Novo HomePod poderá trazer um ecrã e câmaras

Com este novo produto, a Apple prepara-se para se aproximar mais da concorrência da Google e Amazon, líderes neste nicho de mercado. Por isso, o futuro HomePod poderá fazer acompanhar-se de um ecrã, câmaras e microfones.

A inclusão destes componentes oferecerá uma panóplia de funcionalidades mais alargada ao gadget. Tal como sucede no Nest Hub Max ou no Amazon Echo Show, estariam reunidas as condições para a realização de chamadas de vídeo diretamente no novo HomePod.

No caso da Apple, estas funcionalidades seriam potenciadas pelo serviço Facetime que tantos utilizadores iOS adoram. Seria o veículo para a realização deste tipo de comunicação de uma forma mais cómoda.

Caso este rumor se confirme, o HomePod passará a ser um novo centro de informações. Através do gadget terias acesso a dados como a previsão meteorológica, os compromissos no teu calendário e muito mais.

Tal como Mark Gurman aponta no seu relatório, a Apple está longe de igualar as propostas para uma casa inteligente da Google ou da Amazon. Este novo HomePod poderia ser o início de uma nova era para a empresa neste mercado, embora o seu restrito ecossistema possa ser um grande entrave.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.