Apple prepara lançamento destes populares produtos com ecrã OLED

Carlos Oliveira
Comentar

O alargamento da tecnologia OLED a mais linhas de produtos da Apple não é um rumor recente. Há muito que se espera que a empresa americana dote os seus MacBook e iPad Pro com esta desejada tecnologia.

Agora, o especialista em ecrãs Ross Young reforça essa tese e avança com um calendário para a sua concretização. Segundo as suas previsões, há uma forte possibilidade de isto se confirmar em 2024.

Primeiro MacBook Air e iPad Pro com ecrã OLED chegam em 2024

Nas suas mais recentes previsões, este analista elabora mais detalhes sobre o futuro destes produtos da Apple. Em primeiro lugar, informa que a tecnológica americana prepara o lançamento de um portátil com ecrã OLED de 13,3 polegadas.

Apple MacBook Air

Ross Young mostra-se convicto que o primeiro modelo a adotar esta tecnologia será o MacBook Air, mas não descarta outras possibilidades. Por outras palavras, deixa a porta aberta para a estreia desta tecnologia num MacBook Pro, MacBook ou numa nova categoria.

Relativamente ao iPad Pro, tanto a versão com 11 polegadas como a de 12,9 polegadas deverão abraçar os painéis OLED já em 2024. Com efeito, será ainda mais um fator motivador para a compra dos tablets topo de gama da Apple.

Ambas as categorias irão utilizar uma nova tecnologia que trará vários benefícios face àquela que a Apple usa atualmente. A transição para o OLED significará maior brilho do ecrã, maior vida útil, mas acima de tudo uma redução de 30% no consumo energético.

A juntar-se a estas vantagens, criam-se as condições para a introdução de ecrãs com uma elevada taxa de atualização variável tanto no MacBook Air como nos iPad Pro. Uma novidade com maior impacto no primeiro, visto que os iPad Pro já usufruem de ecrãs ProMotion.

Estas são excelentes notícias para dois dos produtos de maior sucesso do portefólio da Apple. Esperaremos agora para perceber se estas previsões irão confirmar-se ou não.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.