Apple pode adotar estratégia inesperada com os seus chips Bionic

Mónica Marques
Comentar

Recentemente, foi divulgado que os próximos iPhone 14 e iPhone 14 Max vão manter o chip A15 Bionic da Apple.

Mas agora surgem novas informações que sugerem que a marca pode adotar uma estratégia inesperada com a sua linha de processadores. Ao que tudo indica, a Apple poderá renomear o chip A15 Bionic para A16 para o manter alinhado com o seu cronograma de atualizações.

Apple pode voltar a diferenciar os modelos de iPhone através do chip integrado

Apple A15 Bionic
O chip A15 Bionic pode ser integrado no próximo iPhone 14 e 14 Max

Foi no início desta semana que o analista Ming-Chi Kuo divulgou que os próximos iPhone 14 e iPhone 14 Max iriam chegar equipados com o processador A15 Bionic, atualmente presente na série iPhone 13. Por outras palavras, o analista sugere que a Apple vai manter este chip nestes modelos da próxima geração de iPhone e que apenas o iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max vão integrar um novo chip.

De imediato, Mark Gurman, jornalista da agência de notícias Bloomberg apoiou Ming-Chi Kuo e, uma vez que ambos são conhecidos pelas suas informações fiáveis, há fortes probabilidades de tal acontecer.

A confirmar-se a informação, a Apple estaria a voltar atrás no tempo. Recorde-se que a empresa também diferenciou os chips no lançamento do iPhone 5S e iPhone 5C – o primeiro integrava o processador A7 enquanto que o segundo chegava com o chip mais antigo A6.

Esta foi a forma encontrada pela Apple para diferenciar, de forma bastante distinta, os modelos integrantes da série. E parece que o poderá voltar a fazer com a próxima geração de iPhone, prevista para ser apresentada em setembro deste ano.

Apple renomeia chip A15 para A16 e novo chip será designado por A16 Pro

Although TSMC's high-end process supply is tight, I think it's more like a marketing/finance-oriented decision. More affordable 14 and 14 Max's adoption of A15 could lower the cost pressure and create more differentiation for two 14 Pro models. https://t.co/Vg1inqLYt8

— 郭明錤 (Ming-Chi Kuo) (@mingchikuo) 19 de março de 2022

Mas agora surgem novas informações que apontam que a empresa de Cupertino pode adotar uma estratégia inesperada na sua linha de processadores. De acordo com as informações, a Apple pode renomear o chip A15 para A16, aquando da integração nos próximos iPhone 14 e iPhone 14 Max.

Tudo para manter o "antigo" chip A15 alinhado com o cronograma de atualizações da empresa, assim como para evitar reações adversas dos utilizadores.

Nesse sentido, o novo chip que fará parte dos modelos iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max chegaria com a designação A16 Pro. Com esta estratégia, a Apple pode também conferir um custo mais elevado ao iPhone 14, visto que o chip integrado foi atualizado.

Tal como Ming-Chi Kuo explicou no início desta semana, esta estratégia poderá ser uma decisão financeira ou de marketing, uma vez que o fornecimento de chips da TSMC está a decorrer com normalidade.

E a confirmar-se os modelos Pro e não Pro da geração iPhone 14 vão ser significativamente diferentes. A questão que se coloca é: será que o renomeado chip A15 será bem aceite entre os utilizadores iOS? o tempo o dirá.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.