Apple afirma que os seus iPhone não escutam as nossas conversas

Carlos Oliveira
Apple iPhone
Apple garante que não espia os seus utilizadores

Ultimamente têm surgido várias preocupações quanto à privacidade dos utilizadores de tecnologia. Têm sido vários os relatos de que, alegadamente, os smartphones e outros produtos escutam constantemente as conversas dos utilizadores. Uma polémica da qual a Apple e os seus iPhone não se livraram.

Num mundo onde a Inteligência Artificial começa a estar mais presente, este tipo de preocupações também aumenta. Se tens em casa um Google Home, Amazon Echo ou semelhante sabes que basta um comando de voz para despoletar as suas ações.

Vê ainda: NOS confirma o preço do Samsung Galaxy Note 9 para Portugal

Ora, para tal, este tipo de dispositivos têm de estar constantemente a ouvir o que os rodeia. Aquilo que preocupa as entidades ligadas à proteção dos direitos das pessoas é que todas as conversas sejam guardadas para efeitos publicitários e outros.

Este problema chegou ao congresso norte-americano que prontamente interrogou várias empresas de tecnologia sobre o assunto. A Apple foi uma das empresas visadas, cuja resposta é agora conhecida.

Apple nega qualquer tipo de espionagem através dos seus iPhone

Na carta divulgada pela CNET pode ler-se que os iPhone não escutam as conversas dos seus utilizadores. Muito menos partilham com terceiros o que as pessoas dizem para fins publicitários.

Todas estas preocupações surgiram depois dos rumores de que aplicações terceiras poderiam estar a aceder aos dados dos dispositivos. Dados esses que seriam recolhidos enquanto estes escutavam os utilizadores à espera de palavras-chave como "OK Google" ou "Hey Siri".

Ora, a Apple nega qualquer tipo de prática semelhante. Aquilo que é referido na carta ao congresso norte-americano é que os iPhone apenas reconhecem a palavra-chave "Hey Siri".

Quando a assistente virtual é despoletada qualquer comando que se siga será processado por um dispositivo de identificação aleatório, sem utilizar o teu Apple ID. Mais ainda, é referido que este dispositivo pode ser alterado a qualquer momento, bastando desligar e voltar a ligar a Siri.

Aproveitando a ocasião, a empresa de Cupertino clarifica ainda como utiliza as informações de localização dos seus utilizadores. É novamente referido que estes dados não são associados a qualquer nome ou Apple ID.

A decisão de ligar ou desligar os dados de localização fica sempre à responsabilidade dos utilizadores. Todas as aplicações que requeiram estes dados terão de notificar os utilizadores, ficando ao encargo destes conceder tais informações.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Qualcomm Snapdragon 670 traz a Inteligência Artificial aos gama média

Vídeo unboxing do Xiaomi Pocophone F1 mostra-nos o terminal totalmente

Google Chrome 68: Novo design e novidades da nova versão do browser

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.