Apple interrompe produção do modelo menos procurado dos iPhone 14

Carlos Oliveira
Comentar

Em setembro passado, a Apple lançou a sua nova gama de smartphones, onde tivemos a estreia do iPhone 14 Plus. Este dispositivo vem assim oferecer aos fãs da marca uma opção com um ecrã grande, mas mais barato que o poderoso modelo Pro Max.

Quando muitos pensavam que esta pudesse ser uma estratégia de génio da parte da Apple, as vendas vieram provar precisamente o oposto. O insucesso do iPhone 14 Plus é tão óbvio que a própria marca decidiu interromper a sua produção.

Apple dá ordens para interromper a produção do iPhone 14 Plus

Segundo avança a publicação The Information, a tecnológica está a reavaliar a procura existente pelo novo iPhone 14 Plus. Entretanto, instruiu os seus parceiros para interromper imediatamente a produção deste smartphone.

iPhone 14

Conforme adiantam fontes próximas da cadeia de abastecimento, pelo menos um dos produtores do iPhone 14 Plus recebeu ordens para parar com a produção do equipamento. Já dois dos fornecedores de componentes para este modelo irão reduzir em 90% a sua produção.

Em sentido contrário, temos a Apple a instruir os seus parceiros para aumentar a produção dos iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max. Acontecimentos que corroboram os relatos de que os modelos Pro colhem maior preferência entre os utilizadores.

Ainda hoje tivemos conhecimento de um relatório da JP Morgan precisamente a informar que a procura pelos iPhone 14 base era reduzida. Em contrapartida, nota-se uma maior procura pelos modelos Pro desta família.

É compreensível esta reação do mercado às decisões tomadas pela Apple nos seus novos dispositivos. Ao dotar os iPhone 14 e iPhone 14 Plus com as mesmas especificações dos iPhone 13, e a subir o seu preço, compreende-se a preferência pelos Pro.

O iPhone 14 Plus pode ser adquirido em Portugal a partir dos 1189 €, ao passo que o iPhone 14 Pro começa nos 1349 €. Por mais 160 €, compreende-se que os utilizadores prefiram o modelo mais caro, pois apresenta melhores atributos que o primeiro.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.