Apple deverá proporcionar aplicações universais a partir de 2021

Carlos Oliveira

A ideia de unificar aplicações entre o iOS e o macOS não é nova. Esta surgir, pela primeira vez, em 2017 sendo sugerido que a Apple implementaria isso ainda este ano. No entanto, tal como é facilmente percetível, isso acabou por não se verificar.

Assim sendo, temos agora a informação de que tal mudança poderá ocorrer afinal em 2021. De acordo com um relatório da Bloomberg, a gigante de Cupertino quer mesmo facilitar o trabalho a todos os desenvolvedores das suas plataformas.

Desse modo, uma mesma aplicação deverá funcionar tanto no iOS como no macOS. Uma decisão que será benéfica tanto para os utilizadores - que passarão a usufruir das mesmas Apps em todas as plataformas - como para os desenvolvedores, que vêem o seu trabalho simplificado.

Apple irá gradualmente incutir uma nova forma de desenvolvimento para aplicações

Todavia, estas mudanças deverão ser operadas de forma faseada. O SDK da tecnolígca será atualizado por fases até que se chegue ao ponto em que funcionará para todas as suas plataformas.

Ainda este ano, a Apple permitirá que os desenvolvedores consigam transportar as suas aplicações do iPad para o macOS. De acordo com as fontes, estes poderão desenvolver uma única aplicação para ambas as plataformas. Todavia, essa terá de ser submetida na App Store de ambas.

Apple iPad

Esta nova versão do SDK da Apple deverá ser apresentado na próxima edição da WWDC. Esta convenção dedicada irá ocorrer entre os dias 3 e 8 de julho. Momento no qual iremos também ficar a conhecer o novo iOS 13.

O próximo passo - a ser dado em 2020 - será proporcionar a portabilidade das aplicações desenhadas para o iPhone para o macOS. Aqui os engenheiros da Apple terão um trabalho mais árduo, até pelo diferencial enorme que existe em termos de dimensão de ecrã entre estes dispositivos.

O objetivo final será finalmente alcançado no ano de 2021, quando será possível submeter uma única aplicação para o iPhone, iPad e Mac. Por conseguinte, a empresa de Cupertino poderá implementar uma única loja de aplicações que funcionará em todas as plataformas.

A criação de um único sistema operativo está fora de questão

O mesmo relatório afirma, no entanto, que não existem planos para a criação de um único sistema operativo. Uma plataforma que funcionaria em todos os seus equipamentos, poupando trabalho aos seus engenheiros.

Ainda assim, a criação de aplicações universais será potenciada por uma mudança nos processadores utilizados. De acordo com os rumores, a Apple deverá substituir os processadores Intel pelos seus em 2020.

Também os processadores concebidos para os iPhone e iPad deverão deixar as fábricas da TSMC. Existem igualmente rumores de que a gigante de Cupertino passará a construir os seus próprios SoC´s.

Será com a concepção de todos os requisitos para os seus produtos que a Apple conseguirá alcançar o que ainda ninguém conseguiu. Se o ecossistema da empresa é já de louvar, o que dizer caso estas alegações venham efetivamente a concretizar-se.

Editores 4gnews recomendam:

Apple continua a liderar em terras da Sony

Xiaomi Mi 9 bate Apple iPhone XS Max na qualidade fotográfica

Galaxy Store é a nova loja de aplicações da Samsung

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.