Android 12: estas são as marcas com acesso a funcionalidade exclusiva

Bruno Coelho
Comentar

O Android 12 começou a chegar aos primeiros smartphones neste mês de outubro. A mais recente versão do sistema operativo da Google traz uma nova linguagem de design, assente no Material You.

Uma das grandes novidades desta versão são os “temas dinâmicos”. Na prática, estes mudam a aparência de certos elementos da interface do teu smartphone consoante o papel de parede que tiveres como fundo.

Este sistema tem o nome de código ‘Monet’, e para já apenas se encontra nos Pixel. No código da biblioteca dos componentes do Google Material, o XDA-Developers descobriu as fabricantes que já dispõem de suporte para esta funcionalidade exclusiva do Android 12.

O sistema de temas dinâmicos do Android 12
O sistema de temas dinâmicos do Android 12

Quem vai suportar os temas dinâmicos do Android 12:

  • Google
  • HMD Global (Nokia)
  • Infinix Mobility Limited
  • Itel
  • Lenovo
  • Motorola
  • OnePlus
  • Oppo
  • Realme
  • Roboelectric
  • Sharp
  • Sony
  • TCL
  • Tecno Mobile Limited
  • Vivo
  • Xiaomi

This is interesting. The source code for Monet (Android 12's wallpaper-based theme system) will be released with Android 12L, but based on this code change for the Material Components library, it looks like a bunch of OEMs are implementing dynamic color support themselves. https://t.co/Oufh9zxDnZ pic.twitter.com/9obGYbbMDC

— Mishaal Rahman (@MishaalRahman) 11 de novembro de 2021

Existem marcas de fora desta lista, e provavelmente o nome mais sonante é mesmo o da Samsung. Mas na versão Beta da One UI 4 a fabricante sul-coreana já tem disponível uma versão própria desta funcionalidade.

Este pode ser o caminho a seguir por algumas marcas, ao invés de usarem o código da própria Google para implementar a novidade. Mas o caminho está aberto para as marcas listadas acima implementarem a funcionalidade no futuro.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.