Altice Portugal: dona da MEO prepara rede da Web Summit 2023

Rui Bacelar
Comentar

A Altice Portugal, responsável pela operadora MEO, afirma estar preparada para suportar mais de 150 000 dispositivos ligados à Internet durante o certame Web Summit que voltará a colocar Lisboa no centro das atenções neste final de 2022.

Mais uma vez, estamos perante métricas impressionantes, naquela que é uma afirmação de poder por parte da empresa responsável pela maior operadora de Portugal, a MEO.

Muito em breve, a sua "fibra" será novamente colocada à prova durante o maior evento de tecnologia do mundo.

Web Summit 2022 tem lugar entre os dias 1 a 4 de novembro em Lisboa

Ready for #WebSummit 2022 in #Lisbon https://t.co/uGhVk1MrQL

— María Luisa Melo (@MLMelo) 24 de outubro de 2022

Assim, após o sucesso das anteriores edições, que apresentaram um desempenho irrepreensível das redes de comunicação do evento e valores históricos ao nível de tráfego, a Altice Portugal regressa, uma vez mais, à Web Summit. Marcará presença, novamente, enquanto parceiro tecnológico do evento.

Na história da Web Summit em Lisboa, ficam os mais de 288 Terabytes de tráfego gerado e os mais de 51 mil dispositivos únicos ligados, por dia. Valores registados ao longo das suas cinco edições (não contabiliza 2020 dado o formato online do evento).

Estas métricas demonstram a qualidade e resiliência das infraestruturas da Altice Portugal, a experiência e o know how adquirido em grandes eventos nacionais. Isto bem como o trabalho desenvolvido pela empresa na promoção da inovação e do talento nacional.

Altice Portugal preparada para fazer história com fibra da MEO

I look forward to speaking with Mayor @Moedas at @WebSummit next week to talk about how the pandemic and remote work has changed travel, and the opportunity this offers communities around the world. See you there! https://t.co/KzgcCFnj7J

— Nathan Blecharczyk (@nathanblec) 24 de outubro de 2022

A Altice Portugal dotou os locais onde decorre a Web Summit (Altice Arena e FIL) de cobertura integral de rede fixa, móvel e WiFi de alta densidade, adequada ao nível da exigência e da dimensão internacional do evento. Note-se que este ano espera mais 70 mil participantes.

Pela primeira vez, todo o recinto do evento vai estar coberto com 5G da MEO. Algo que vai proporcionar aos visitantes uma cobertura ainda mais rápida, com menor latência nas comunicações e com redes móveis mais robustas.

De relembrar que a edição de 2019 da Web Summit ficou marcada pela realização da primeira videochamada 5G em Portugal. Além disso, viu a Altice Arena a tornar-se na primeira Arena em Portugal e uma das primeiras na Europa a estar coberta com esta tecnologia.

Para a edição de 2022, a Altice Portugal destaca:

  • Capacidade para suportar 150.000 dispositivos em simultâneo pela rede Wireless
  • Cerca de 50 km de cabo de rede e fibra ótica instalados
  • Instalação de mais de 700 antenas de WiFi, 400 Access Points e 300 switchs em todo o evento
  • Reforço da cobertura 5G na Altice Arena e na FIL

Numa ação que conta com mais de 2 meses de preparação e com o envolvimento de uma equipa de mais de 160 colaboradores. Aliás, 100 dos quais das áreas técnicas, a supervisão de toda a rede fixa e móvel vai ser realizada em dois locais de situação geograficamente redundantes para monitoria do evento.

Na War Room da Altice Portugal, instalada in loco no recinto, vai estar uma equipa preparada para intervir no imediato. Isto em caso de necessidade, e que estará em estreita e permanente articulação com o centro de gestão e supervisão sediado em Picoas.

Em simultâneo, equipas dedicadas 24x7 à supervisão e monitoria das redes Wireless, TV, Wired e Móvel e responsáveis pelo desempenho de três quilómetros de fibra ótica e outros 44 quilómetros de cabos de rede.

Por fim, podem encontrar mais informações sobre o evento na página dedicada.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt