Tim Cook Donand Trump 4gnews Apple
Donald Trump, Peter Thiel e Tim Cook

Peter Thiel, multimilionário, co-fundador do PayPal, membro da administração do Facebook e investidor de risco está bastante cético quanto ao futuro da Apple.

Este senhor, também conhecido por “Don da máfia do PayPal” em declarações recentes ao New York Times (fonte), uma noticia posteriormente avançada pelo site dedicado às novidades do mundo Apple, Apple Insider (via), vemos algumas declarações preocupantes mas, ao mesmo tempo, realistas.

Vê também: Prémios 4gnews – As escolhas do público
Quando lhe perguntaram se a época da Apple chegou ao fim, Peter Thiel respondeu:

   

-Confirmo. Já sabemos qual é o aspeto e funções de um smartphone. A culpa não é de Tim Cook mas não é uma área onde se possa esperar mais inovação.

Para Peter Thiel a Apple confia demasiado no seu iPhone, o que tem provado ser uma escolha certa a nível de lucros, uma vez que 60% de todas as receitas da Apple provêm das várias versões do icónico iPhone.

Contudo, o seu ponto de vista assenta no facto de em 2016 os lucros da Apple terem caído pela primeira vez em 14 anos, sendo também o ano em que as vendas do iPhone começaram a abrandar.

Apple: o Futuro

Apesar deste mau augúrio, a empresa de Tim Cook, Jony Ive, Phil Schiler e companhia limitada apresenta uma enorme reserva de fundos, fruto de anos a fio de crescimento e aumento dos lucros.

Além disso, 2017 deverá ter algumas surpresas no que à Apple diz respeito, uma vez que se celebram os 10 anos sobre o lançamento do primeiro iPhone.
O iPhone 8, ou Apple iPhone 7s poderá vir equipado com um ecrã OLED com margens curvas, carregamento sem-fios e toda uma panóplia de novidades a nível de câmara e respetivo software.

Contamos com, pelo menos, uma versão mais ousada do próximo iPhone e com dois modelos mais conservadores. Os tamanhos de ecrã mais prováveis serão de 4.7 e 5.5 polegadas, o atual padrão da marca.

No decurso desta entrevista prestada ao NYT, o magnata Peter Thiel pronunciou-se ainda quanto ao assustador poder que a Google adquiriu durante a administração Obama, para além de refutar a ideia de que o Facebook se tornou numa agência de notícias.

A história foi bastante benévola para com a Apple, tendo a sorte favorecido a audácia de Steve Jobs, sendo o seu legado preservado pela cuidadosa gestão de Tim Cook.

Sinto que a atual receita do iPhone começa a ficar gasta. O seu software, esse continua inatacável mas, principalmente agora que a Nokia voltará em força e com a Google a apertar o cerco com os seus Pixel, Cupertino terá de se re-inventar.

Talvez queiras ver:

Prémios 4gnews – As escolhas público são:

Prémios 4gnews – As escolhas dos editores são:

Huawei marca apresentação no MWC, Huawei P10 a caminho?

Viaappleinsider
FonteNew York Times
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).