5 dicas para um Wi-Fi e Internet melhor no Dia Mundial do Wi-Fi 2022

Rui Bacelar

Segundo os dados da Internet World Stats, aproximadamente 743,6 milhões de europeus usaram a Internet em 2021. Isto representa 88,4 por cento da população, um valor bastante alto em relação ao resto do mundo, que só alcançou os 66,2 por cento.

A maior parte das pessoas navega pela Internet usando o Wi-Fi da sua própria casa, mas como é a qualidade da rede doméstica nestas condições? Nem sempre é ideal: para fazer streaming de vídeo sem pausas, descarregar atualizações massivas dos jogos mais recentes ou simplesmente ler as notícias na Internet. Para tal é preciso um Wi-Fi estável e rápido.

Assim, no contexto do Dia Mundial do Wi-Fi a 20 de junho, damos a conhecer como melhorar o Wi-Fi com cinco dicas fáceis.

1. Verificação rápida do Wi-Fi

Devolo

Os utilizadores da Internet reparam imediatamente se a cobertura Wi-Fi é boa ou não. Mesmo assim, analisar rapidamente a situação é um importante primeiro passo. Existem ferramentas de análise úteis que ajudam a fazer isto.

Os especialistas costumam recomendar o Ookla Speedtest. Assim, com a ajuda desta app é fácil verificar a velocidade do Wi-Fi com um smartphone ou tablet em cada divisão da casa para encontrar “buracos negros” de Wi-Fi.

2. Posicionamento correto do router

O Wi-Fi é demasiado lento ou a ligação falha completamente com frequência? Isto costuma dever-se a um problema de alcance, uma vez que em muitas casas o router encontra-se numa esquina, atrás de mobília ou – ainda pior – na cave.

Uma posição central e ligeiramente elevada é ideal para um router, por exemplo, num aparador ou armário a meio do apartamento. O router Wi-Fi não deve ficar bloqueado por outros objetos colocados perto dele.

No caso de o router estar equipado com antenas externas, estas podem ser posicionadas em diferentes ângulos. Por fim, podem simplesmente tentar diferentes posições até a cobertura melhorar.

3. O router é demasiado antigo?

Devolo

Em terceiro lugar, se tiverem de trocar de router, o novo modelo deverá suportar Wi-Fi 5 (Wi-Fi ac) ou até Wi-Fi 6. Ambas estas normas são significativamente mais rápidas do que Wi-Fi 4 (Wi-Fi n).

Para além disso, um dos fatores inerentes ao Wi-Fi 4, a banda dos 2,4 GHz, está extremamente congestionada em muitas áreas urbanas. Em síntese, o Wi-Fi pode recuperar a velocidade ao mudar para a banda dos 5 GHz da norma Wi-Fi 5 ou Wi-Fi 6.

4. Repetidores Wi-Fi para curtas distâncias

Devolo

Em apartamentos ou casas grandes estão presentes longas distâncias, paredes grossas ou até tetos reforçados entre o router e os recetores Wi-Fi. Na prática, estes obstáculos atuam como um travão para o sinal Wi-Fi, que se torna cada vez mais lento e, no pior caso, para completamente.

Portanto, um repetidor Wi-Fi é útil para distâncias mais curtas, por exemplo, de um quarto para o outro. No entanto, para grandes espaços os repetidores não funcionam tão bem. Isto uma vez que também usam a rede Wi-Fi para transmitir dados entre si.

5. Para longas distâncias – Internet a partir da tomada elétrica

Devolo

Os adaptadores Powerline da Devolo são a solução tudo-em-um para Wi-Fi perfeito. O truque: eles usam a rede elétrica da casa como se fosse um longo cabo de rede. A vantagem: paredes grossas, tetos reforçados e até sistemas de aquecimento deixam de ser um obstáculo porque são contornados ou ultrapassados.

Os adaptadores Powerline Wi-Fi criam um ponto de acesso com a melhor velocidade de Internet possível em qualquer tomada elétrica. A instalação é extremamente fácil: ligue-os, espere um pouco e comece a navegar.

Os modelos atuais combinam a melhor tecnologia Wi-Fi com a mais rápida tecnologia Powerline. Por exemplo, os premiados adaptadores devolo Magic 2 WiFi 6 fornecem uma velocidade Powerline máxima de até 2.400 Mbps com mesh Wi-Fi para Wi-Fi rápido em toda a casa.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com