2022: previsões apontam para descida de preços nos smartphones 4G e para o crescimento do mercado

Mónica Marques
Comentar

A IDC acaba de revelar um estudo com as previsões para o mercado de smartphones para o próximo ano.

A empresa conclui que o mercado de smartphones vai crescer, relativamente ao ano anterior, e o preço médio dos equipamentos 4G vai descer.

Preço médio dos smartphones desce e as suas vendas também

mulher com telefone
Em 2025, o preço médio dos smartphones 4G será de 95 euros

A International Data Corporation (IDC) acaba de revelar o seu mais recente estudo sobre o mercado de smartphones que inclui não só alguns dos resultados do ano de 2021, como também já dá conta de algumas previsões para 2022.

De acordo com a conhecida empresa, as remessas globais de smartphones de 2021 serão superiores às registadas em 2020, o que resulta num crescimento deste mercado, apesar da crise global de escassez de componentes.

Outro dos dados avançados pela empresa é que em 2022, o preço médio dos smartphones de quarta geração vai descer já a partir do próximo ano. A empresa adianta inclusive que até 2025, estes equipamentos vão registar uma redução de 26,5% no seu preço, sendo que a média do seu custo em 2021 foi de 204 dólares, ou seja, 108 euros. De acordo com as previsões, em 2025 os smartphones 4G vão ter um preço médio de aproximadamente 95 euros.

Por sua vez, os terminais 5G ficaram mais caros em 2021, registando um aumento de 1,7% no seu preço médio em relação ao ano anterior. Atualmente, o seu custo médio encontra-se na ordem dos 643 dólares, ou seja 570 euros. No entanto, segundo os analistas da IDC este custo vai descer até 2025, altura em que o preço médio já estará na ordem dos 370 euros.

Mercado de smartphones cresce apesar da crise de escassez de componentes

Os analistas da IDC concluíram também que o mercado de smartphones vai registar um crescimento agora em 2021, apesar de a crise global de escassez de componentes se fazer sentir.

Aliás, terá sido este fator que levou a um ajustamento nas previsões que anteriormente apontavam para um crescimento de 7,4%, mas que agora indicam um aumento na ordem dos 5,3%. Segundo as expetativas da empresa, as remessas podem atingir o valor de cerca de 1,35 mil milhões de unidades.

No mesmo sentido, a projeção de crescimento para 2022 também foi ajustada de 3,4% para 3% de crescimento. Espera-se então que em 2022 sejam vendidos aproximadamente 1,39 mil milhões de equipamentos em todo o mundo.

comunicações 5G
Crise de componentes pode acelerar salto para comunicações 5G

Crise de componentes afeta mais os equipamentos 4G

De acordo com a IDC, ainda que fosse esperada uma desaceleração no terceiro trimestre do ano, o que aconteceu foi que "o mercado caiu quase o dobro do que estava projetado, uma vez que a cadeia de fornecimento de componentes e os desafios logísticos atingiram todos os principais players do mercado"

Um dado curioso agora divulgado pela IDC é que a crise de componentes está a afetar mais os equipamentos 4G. Tal significa que as marcas com um portfólio mais concentrado nos terminais 4G vão ressentir-se mais do que os fabricantes de smartphones com mais modelos 5G.

A IDC chega mesmo a assumir que esta situação com os equipamentos 4G, obrigou a empresa a ajustar mais as suas previsões a curto prazo para os modelos Android do que para os terminais iOS, uma vez que estes últimos estão principalmente concentrados nas comunicações 5G.

Mas a IDC retira também uma conclusão positiva. Toda esta situação pode acelerar o salto para o padrão 5G. E no próximo ano prevê-se já que 60% das vendas globais de smartphones seja de modelos com comunicações 5G.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.