ZTE renasce das cinzas graças à aposta na produção de chips 5G

António Guimarães
1 comentário

Os últimos 2 anos não tem sido fáceis para a ZTE. A empresa foi banida nos Estados Unidos, pagou mais de mil milhões de dólares em sanções e sofreu uma mudança de gestão. Felizmente, a ZTE está a recuperar de todos estes prejuízos.

O seu CEO, Xu Ziyang afirmou durante uma entrevista que a ZTE tem um papel chave no desenvolvimento das tecnologias 5G. Em 2018, a empresa investiu 1.4 mil milhões de dólares na investigação, desenvolvimento e produção de chips específicos para a nova tecnologia de dados móveis.

Atualmente, a ZTE está a desenvolver chips 5G de 5 nanómetros. Em processadores, os nanómetros ditam a distância entre os transístores de um CPU. Quanto menor a distância, mais eficiente e potente será o chip.

A ZTE não ficou parada na produção de telemóveis

zte axon pro
ZTE Axon 10 Pro

É importante relembrar que em maio deste ano, a ZTE lançou o Axon 10 Pro 5G, um dos primeiros telemóveis preparados para a nova tecnologia. Este telemóvel para já só foi lançado na China e no Dubai, através de operadoras que disponibilizam o 5G nos seus planos.

O ZTE Axon 10 Pro 5G conta com uma configuração de tripla câmara traseira, Snapdragon 855 e carregamento sem fios. A versão com 5G tem uma etiqueta por volta dos 900 euros, sendo que a versão normal a 4G já é vendida na Europa por 700 euros.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.