Youtube Music prepara-se para reproduzir as músicas que tens no telemóvel

Filipe Alves

O Youtube Music receberá uma atualização que fará da aplicação capaz de reproduzir os teus ficheiros offline, ou seja, o Youtube Music deverá nas próximas atualizações receber a possibilidade de reproduzir o conteúdo que tenhas guardado no teu carão SD ou no telemóvel. 

Isto significa que a Google deverá estar prestes a eliminar o Google Play Music, um serviço que a empresa de Mountain View oferecia que é basicamente o mesmo que o Youtube Music. 

Youtube Music tua música

O Android Police descobriu esta novidade no código da aplicação. Embora a característica ainda não esteja disponível para os utilizadores, espera-se que a nova funcionalidade do Youtube Music chegue a todos os utilizadores nas próximas semanas. 

Youtube Music é um serviço de qualidade com um preço aliciante

De acordo com as informações, a aplicação conseguirá reproduzir ficheiros MP3, Ogg, WAV, AAC-encoded M4A, e FLAC. Ou seja, não te faltarão justificações para o utilizares. Existem milhares de reprodutores de música na Google Play Store, porém, nem todos os reprodutores conseguem reproduzir tantos ficheiros quanto o Youtube Music conseguirá. 

youtube music substituir o Google Play Music

O modo "offline" já chegou há umas versões, porém, os testes continuam inconsistentes. Isto leva-nos a crer que a Google continua a trabalhar na funcionalidade para que não tenha problemas no lançamento oficial para todos os utilizadores. 

Neste momento o Youtube Music é tipo um Spotify. O valor mensal é de 6,99€, contudo, se assinares neste momento poderás ter 3 meses grátis. Para além de te dar uma imensa libraria de música, poderás ouvir a música em segundo plano, sem publicidade e descarregar para a aplicação e reproduzir quando não tens rede. Podes saber mais sobre a aplicação e serviço na página oficial do Youtube Music aqui. 

Editores 4gnews recomendam:

Fonte 

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.