Xiaomi vai finalmente resolver um problema irritante dos seus smartphones

Carlos Oliveira
111 comentários

A Xiaomi tem cada vez mais fãs no mundo, em muito devido à qualidade e ao preço dos seus smartphones. No entanto, há um problema nesses produtos que leva os lesados a desesperar por uma solução.

Em causa estão os problemas que afetam os sensores de proximidade nos smartphones da Xiaomi. Uma problemática que irá ser finalmente resolvida pela tecnológica chinesa.

Xiaomi vai resolver os problemas com o sensor de proximidade dos seus smartphones

Em primeiro lugar, importa contextualizar o que se passa com os equipamentos da Xiaomi. O problema reside no sensor de proximidade que a chinesa usa nos seus equipamentos e que apresenta constantemente problemas.

Xiaomi Mi 11

Em alguns casos verifica-se uma intermitência na sua operacionalidade. Noutros, contudo, este sensor simplesmente não funciona e isso deixa os utilizadores Xiaomi com elevados níveis de frustração.

Este sensor é responsável por desligar o ecrã do smartphone durante as chamadas para prevenir toques acidentais. Toques que podem resultar em chamadas terminadas antecipadamente ou o despoletamento de outras funções durante essa tarefa.

Para resolver definitivamente o problema, a Xiaomi vai mudar de fornecedor para os seus sensores de proximidade. A Elliptic Labs deixará de colaborar com a Xiaomi neste parâmetro, passando a ser a Minghao Sensing a fornecer esses componentes.

Além da mudança de fornecedor, a Xiaomi vai aprimorar o seu software para prevenir a persistência desta problemática. Esforços redobrados para que as falhas com o sensor de proximidade deixem de ser um mal apontado aos equipamentos da marca.

Resta agora saber quando é que a Xiaomi começará a expedir smartphones com os novos sensores. Infelizmente, não foi avançado um calendário para a concretização deste importante passo.

Espera-se, entretanto, que a Xiaomi consiga, de alguma forma, mitigar o problema através do seu software. Será a única forma que ela tem para tentar resolver o problema nos equipamentos que já se encontram nas mãos dos seus utilizadores.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.