Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Xiaomi Smart Band 7 ou Smart Band 7 Pro: qual deves comprar

Bruno Coelho

Ao longo dos últimos anos, a linha de pulseiras inteligentes da Xiaomi tornou-se a mais vendida em todo o mundo. A sua mais recente versão é a Xiaomi Smart Band 7 (também conhecida como Mi Band 7).

Pela primeira vez, a Xiaomi lançou também uma versão Pro (denominada Smart Band 7 Pro) nos mercados globais. Esta não segue o mesmo design da versão base e parece mais um smartwatch.

A grande dúvida que se coloca para quem quer comprar uma nova smartband da Xiaomi é: qual escolher? Durante este ano tive oportunidade de testar ambas, e dou-te a minha opinião sincera.

Xiaomi Smart Band 7 (esq.) e Xiaomi Smart Band 7 Pro (dir.)
Xiaomi Smart Band 7 (esq.) e Xiaomi Smart Band 7 Pro (dir.)

Aspeto

Como podes ver nas imagens, o aspeto é bem diferente. A Smart Band 7 tem o design oval que bem reconhecemos da linha, enquanto que a versão Pro tem um aspeto mais retangular, premium e que faz com que se adequa melhor a qualquer situação. No entanto, é menos discreta.

Este design permite que consigas ver mais informação no ecrã da Smart Band 7 Pro. Mas de realçar que para pulsos mais finos, podes achar o modelo base mais conveniente.

Ainda assim, a versão Pro é um produto bastante leve. Em ambos os casos, nem sinto que as estou a usar. A escolha vai ser mesmo entre o formato que preferes, e se estás disposto a pagar mais pelo design premium da versão Pro.

A Smart Band 7 é vendida em Portugal com bracelete preta, com inúmeras opções de personalização. Já a versão Pro pode ser comprada no nosso país em preto e branco.

Xiaomi Smart Band 7 (esq.) e Xiaomi Smart Band 7 Pro (dir.)
Xiaomi Smart Band 7 Pro (esq.) e Xiaomi Smart Band 7 (dir.)

Funcionalidades

A grande diferença da versão base para a Pro é a inclusão de GPS na versão mais cara. Isto significa que naquela corrida ou pedalada, podes deixar o smartphone em casa com a segurança de que o teu trajeto vai ser marcado com precisão. No caso da Smart Band 7, terás de levar o smartphone contigo.

Ambas contam com a possibilidade de ter o ecrã sempre ligado. Mas a Smart Band 7 Pro dispõe da funcionalidade de brilho automático. O que significa que saberá adaptar-se automaticamente ao brilho que tenhas tanto no interior como no exterior.

Outra possibilidade a realçar, é que a versão Pro tem microfone para poderes efetuar comandos de voz com a Amazon Alexa. No entanto, só consegui colocar essa possibilidade em ação alterando o idioma da Mi Fitness para Espanha.

A bateria da Smart Band 7 Pro é de 235 mAh, enquanto que a da Smart Band 7 se fica pelos 180 mAh. Se fores um utilizador massivo do GPS, a versão Pro até poderá ter uma autonomia pior.

No meu caso, posso dizer-te que usando essa funcionalidade casualmente, achei a bateria da versão Pro ligeiramente superior. Com o ecrã sempre ligado durante o dia, diria que a bateria da Smart Band 7 dura-me 4 a 5 dias, enquanto a versão Pro chega facilmente a uma semana. Nas restantes funcionalidades, as diferenças são mínimas.

Xiaomi Smart Band 7 (esq.) e Xiaomi Smart Band 7 Pro (dir.)
Xiaomi Smart Band 7 Pro (esq.) e Xiaomi Smart Band 7 (dir.)

Preço

À data de escrita, a Xiaomi Band 7 é vendida na Xiaomi Store Portugal por 49,99 €. Já a Xiaomi Smart Band 7 Pro pode ser comprada na loja oficial da marca por 99,99 €.

Geralmente, partilham muitas das funcionalidades. A grande questão que deves ponderar é se os 50 € a mais valem a pena para teres GPS incorporado, a possibilidade de brilho automático e Amazon Alexa.

Esses 50 € a mais, também pagam um design mais premium. Ao passo que a Xiaomi Smart Band 7 é um produto competente, a versão Pro tem aspeto de smartwatch.

Para quem não precisa de GPS incorporado ou brilho automático, diria que a Smart Band 7 é a opção a escolher. Mas se essas características são imprescindíveis para ti (e queres um design mais premium), escolhe a versão Pro.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt