Xiaomi revela investimento incrível no seu primeiro carro elétrico

Mónica Marques
Mónica Marques
Tempo de leitura: 2 min.

O primeiro veículo elétrico da Xiaomi chega ao mercado no primeiro semestre de 2024. Recentemente, Lei Jun, fundador da marca chinesa, desvendou o investimento impressionante que a marca chinesa fez neste projeto.

De acordo com o responsável da Xiaomi, a marca dedicou 10 vezes mais recursos do que é o habitual num primeiro carro de uma produção dita convencional. Isto reforça a aposta e confiança que a marca deposita no mercado dos veículos elétricos.

3400 engenheiros e mais de mil milhões de euros no primeiro EV da Xiaomi

imagem do carro elétrico da Xiaomi
O primeiro veículo elétrico da Xiaomi vai chegar ao mercado em três versões distintas Crédito@Xiaomi

Numa entrevista dada a um órgão de comunicação chinês, o fundador da marca especificou o investimento da marca no seu primeiro veículo elétrico. “3.400 engenheiros dedicados e um investimento em Pesquisa e Desenvolvimento superior a mil milhões de euros”.

Estes são números incríveis justificados pela relevância do projeto para a marca e também pela meta final de “entrar na indústria automóvel com o objetivo de vender”, esclarece o fundador da Xiaomi.

O mesmo responsável revela também que a marca chinesa vai usar tecnologias comprovadas de fabricantes de automóveis já estabelecidos.

Mas ainda que esteja totalmente confiante no projeto, Lei Jun reconhece que a Xiaomi terá de enfrentar vários desafios. O responsável mostrou alguma preocupação com possíveis dificuldades na linha de produção do veículo que podem atrasar a entrega do modelo a todos os interessados.

Tempo de entrega do EV da Xiaomi pode ditar o seu sucesso no mercado

Lei Jun receia que um tempo de espera prolongado, de dois a três anos, traga uma “má reputação à marca”, neste mercado em específico.

O mercado de veículos elétricos está numa tendência de crescimento, com cada vez mais marcas a apresentarem modelos bastante interessantes. No caso do mercado chinês, juntam-se ainda várias start-ups que têm registado algum sucesso nesta área.

Como tal, a concorrência que a Xiaomi vai enfrentar é feroz e o sucesso do seu primeiro veículo elétrico pode estar dependente do tempo de entrega e não só da tecnologia e preço do modelo.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. monicamarques@4gnews.pt