Xiaomi refuta acusações de espionagem dos utilizadores a apresenta provas

Carlos Oliveira
1 comentário

Ontem a Forbes lançou um relatório afirmando que a Xiaomi espiava os seus utilizadores. No documento, pode ler-se que dados de navegação dos utilizadores eram registados, mesmo em modo incógnito, e enviados para servidores estrangeiros.

Perante a situação, não tardou até que a tecnológica viesse a público desmentir essas práticas. Num comunicado no seu blog oficial, a Xiaomi admite a recolha de dados, mas que estes são anónimos e apenas para uso interno.

Xiaomi recolhe dados apenas para tratamento estatístico interno

Segundo o que a Xiaomi afirma no seu blog, existe de facto uma recolha de dados dos seus utilizadores. Porém, estes são anónimos e encriptados e contam sempre com o consentimento dos visados. Ademais, ela frisa que esta é uma prática comum no mercado.

A Xiaomi ressalva que os dados recolhidos são para análise interna e têm como objetivo melhorar o desempenho dos seus equipamentos. Em momento algum, as informações recolhidas permitem a identificação dos utilizadores ou são enviados para servidores de outros países.

Código fonte MIUI

Acima está uma imagem, do código fonte da MIUI, disponibilizada pela Xiaomi. Nela está destaca uma linha de comando na qual vemos que todos os dados são gerados de forma aleatória, não permitindo a identificação da sua origem.

Eis os dados recolhidos e o seu propósito

Coleta de dados estatísticos agregados de utilização - Dados (como informações do sistema, preferências, uso de recursos da interface do utilizador, capacidade de resposta, desempenho, uso de memória e relatórios de falhas) são agregados e não podem ser utilizados isoladamente para identificar qualquer indivíduo.

Neste caso concreto, a Xiaomi diz registar o URL de um site apenas para identificação de sites que sejam lentos a carregar. Isso permite-lhe obter um melhor conhecimento de causa para melhorar o desempenho do seu browser.

Sincronização de dados de navegação do utilizador- os dados de navegação de um utilizador (histórico) são sincronizados quando:

  • O utilizador está conectado na conta Mi;
  • A função de sincronização de dados está definida como "Ativa" em Configurações

Neste caso, a ideia é oferecer acesso mais rápido a sites anteriormente visitados, mesmo quando mudas de equipamento e entras com a tua conta Mi.

Todos esperávamos por uma explicação mais pormenorizada da parte da Xiaomi para o sucedido. Essa explicação está aqui e em momento algum a empresa admite enviar estes dados para servidores externos.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.