Xiaomi Redmi K50 revela um dos seus pormenores mais importantes

Carlos Oliveira
Comentar

A Xiaomi já confirmou a apresentação da linha Redmi K50 para fevereiro próximo. Isto significa que esta gama de dispositivos Android está praticamente finalizada e a poucas semanas da sua apresentação revela um dos processadores utilizados.

Em causa está um dispositivo, que se acredita ser da linha Redmi K50, e a sua recente passagem pela plataforma Geekbench. Aí, foi revelada a presença do processador de gama alta Snapdragon 870 da Qualcomm.

Redmi K50 chegará ao mercado com o processador Snapdragon 870

O produto visto nesta plataforma de benchmark surgiu com o modelo 22021211RC. Este deverá ser integrante da linha de gama alta Redmi K50, possivelmente o modelo de entrada desta família de dispositivos Android.

Redmi K50

A Xiaomi já confirmou que um destes smartphones ostentará o processador Snapdragon 8 Gen 1. Com efeito, esse equipamento deverá ser o Redmi K50 Pro+, o mais poderoso desta linha de telefones com excelente relação custo / benefício.

Assim sendo, a utilização do Snapdragon 870 no Redmi K50 (modelo base) será uma excelente notícia para quem desejar um excelente smartphone pelo menor preço possível. Pese embora seja um SoC muito utilizado em 2021, continua a ser um excelente componente em 2022.

Os resultados alcançados nesta visita à Geekbench espelham bem o potencial deste equipamento com Snapdragon 870. Foram atingidos 963 pontos em testes single-core e 3123 pontos na modalidade multi-core.

Fica ainda revelado que este Redmi K50 será lançado com uma versão com 12 GB de RAM. Já no que concerne ao seu software, estará presente o Android 12 logo que o tires da caixa, o que significa a presença da MIUI 13 desde o primeiro dia.

Este Redmi K50 deverá chegar aos mercados ocidentais com uma designação diferente. Recordo que o Redmi K40 veio para a Europa como POCO F3 e não será de estranhar que algo semelhante aconteça com o seu sucessor.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.