Xiaomi prepara-se para lançar um E-Reader!

Filipe Alves
Comentar

É já no próximo dia 20 de novembro que a Xiaomi revelará o seu E-Reader. Este tipo de gadgets ganhou popularidade devido à sua grande autonomia e uma solução perfeita que possa substituir os livros.

Existem claras vantagens de ter um E-Reader, principalmente se gostas de ler. Em vez de andares com os livros atrás de ti, podes ter uma autêntica biblioteca num pequeno gadget.

Xiaomi E-Reader

E-Reader da Xiaomi será simples e elegante

Tal como os E-Readers da Amazon, este gadget deverá ser simples em todos os aspetos. Terá um ecrã E-ink. Ou seja, um ecrã que não fere os olhos e que é agradável de ler.

Segundo a imagem teaser do pequeno gadget, espera-se que o ecrã ronde as 8" polegadas e um botão físico. Não vemos nenhuma entrada 3.5" para headphones o que nos leva a pensar que este gadget não terá a possibilidade de livros em formato de áudio. A não ser que tenha conexão bluetooth.

Bateria consideravelmente duradoura

E-Reader

Ainda que possas descarregar livros para o teu tablet, os E-Readers tem uma vantagem considerável sobre qualquer outro produto. Falo obviamente da sua autonomia. Visto que o ecrã não é a cores, a sua bateria dura para muito mais tempo.

Ainda assim, não há informações oficiais dos tamanhos da sua bateria nem das suas especificações. Não temos ainda a informação se todos os E-books poderão ser lidos no E-Reader da Xiaomi ou se terá uma "loja" específica para tal.

É possível que este gadget chegue ao nosso mercado em breve. Por muito que seja um gadget destinado inicialmente para o mercado chinês, já vimos que a Xiaomi está disposta em apostar na Europa. Os E-Readers tem crescido no Velho Continente, assim sendo, é plausível imaginar a sua chegada.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.