Xiaomi não deverá lançar o Redmi K60 Gaming em 2023

Carlos Oliveira
Comentar

Lu Weibing, presidente da Redmi, serviu.se das redes sociais para dar uma notícia que não agradará aos fãs de smartphones dedicados ao mercado gaming. Segundo ele, não deveremos esperar pelo lançamento do Redmi K60 Gaming no próximo ano.

Durante dois anos, a Redmi lançou versões otimizadas dos seus topos de gama para o mercado gaming. Estes contaram com as melhores especificações e até gatilhos na sua estrutura para oferecer atalhos para diferentes funções em cada jogo.

Redmi K60 Gaming não terá lugar no portefólio da marca em 2023

Foi na antevisão do lançamento dos novos Xiaomi 13 que o presidente da Redmi fez os comentários que motivam esta notícia. Em primeiro lugar, Weibing refere que os próximos topos de gama da Xiaomi serão impressionantes, mesmo para e-sports.

Redmi K50 Gaming

Aliás, o executivo afirma que os Xiaomi 13 oferecerão um desempenho superior a vários dispositivos desenhados para o mercado gaming. Com efeito, não necessitaremos destes produtos de nicho e que os mesmos estão condenados a desaparecer.

Embora Weibing não se refira especificamente ao Redmi K60 Gaming, as suas declarações hipotecam o lançamento deste produto. Afinal de contas, o responsável pela marca afirma não ver justificação para a sua existência.

A corroborar estas declarações temos os recentes rumores alusivos à gama Redmi K60 a estrear em breve. As várias certificações dão conta da existência de três modelos, dos quais não faz parte uma versão Gaming.

A autoridade chinesa 3C revelou a existência dos modelos 22122RK93C, 23013RK75C e 22127RK46C. Estes deverão corresponder aos Redmi K60, Redmi K60 Pro e Redmi K60E respetivamente.

O primeiro deste trio deverá ostentar o processador Snapdragon 8+ Gen 1, o segundo contará com o processador Snapdragon 8 Gen 2 e o último chegará com um Dimensity 8200. Portanto, o Redmi K60 Pro será o sucessor espiritual do Redmi K50 Gaming.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.