Xiaomi Mi Watch Lite vs. Redmi Watch: entende as diferenças

Bruno Coelho
1 comentário

Na última semana a Xiaomi apresentou globalmente o Mi Watch Lite. O novo smartwatch da fabricante chinesa vai chegar a países como Portugal, e figura-se como a versão global do Redmi Watch lançado na China.

No que diz respeito ao seu aspeto exterior, o Redmi Watch e o Mi Watch Lite são indistinguíveis. Mas tal como nota o site Gizmochina, estes contam com algumas diferenças que devem ser tidas em conta para quem conte comprar a versão global que deve custar em torno dos 50€ (ainda não confirmado).

1. 11 Modos de desporto

O Redmi Watch tinha 7 modos de desporto, mas o Mi Watch Lite dá o salto para 11 modos. Conta com corrida de exterior, passadeira, ciclismo de exterior, ciclismo de interior, exercício livre, caminhada e natação, como o congénere chinês. Adiciona à lista o Trekking, corrida todo-o-terreno, natação em águas abertas e críquete.

Xiaomi Mi Watch Lite

2. GPS + GLONASS

Para quem vai usar o smartwatch para desporto, ter serviços de localização é imperioso. E se o Redmi Watch falhava nisso, o Mi Watch Lite conta com GPS, mas também com GLONASS.

3. Falta de NFC, Assistente virtual e Microfone

O Redmi Watch tem NFC, suporte para a assistente virtual da Xiaomi e microfone. A versão global não conta com nenhuma destas características.

4. Barómetro

Ambos os relógios partilham o facto de terem sensor geomagnético, sensor de movimento de seis eixos ou sensor de luz ambiente. Contudo, apenas a versão global tem barómetro que serve para medir a pressão atmosférica.

5. Autonomia

Ambos os modelos partilham uma bateria de 230mAh. No entanto, a Xiaomi anunciou que o Redmi Watch chegaria com 7 dias de autonomia em uso regular. Já o Mi Watch Lite conseguirá chegar aos 9 dias.

Xiaomi Mi Watch Lite

Assim ficas a perceber aquilo que o Mi Watch Lite perdeu ou ganhou face à sua versão chinesa. Caso chegue à Europa pelo especulado preço apelativo de 50€, pode tornar-se um fácil caso de sucesso.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.