Xiaomi Mi Mix 3: Mecanismo deslizante prova-se bastante resistente

Carlos Oliveira
Xiaomi Mi Mix 3
Este é um dos mais interessantes topos de gama Android do mercado

O último topo de gama desta empresa chinesa apresentado em 2018 foi o Xiaomi Mi Mix 3. Trata-se de um dos equipamentos mais esperados dos últimos meses e a sua irreverência certamente não deixou ninguém indiferente.

Esta linha de smartphones da Xiaomi sempre se destacou pelos seus ecrãs com margens reduzidas. Desde o primeiro Mi Mix que esta tem sido uma das imagens de marca da linha. Ainda assim, com o lançamento do Xiaomi Mi Mix 3, este padrão foi aprimorado.

Vê ainda: Promoção! 13 aplicações Premium que estão Grátis na Google Play Store!

Este topo de gama Android apresenta-se com um ecrã que cobre 93.4% do seu painel frontal. Uma marco alcançável graças ao seu novo mecanismo deslizante que serve para albergar a sua câmara frontal e demais sensores.

Já no seu interior temos todo o hardware que seria de esperar. Com efeito, temos um processador Qualcomm Snapdragon 845, 6GB / 8GB / 10GB de RAM, 126GB ou 256GB de memória interna e uma bateria de 3200mAh.

Xiaomi Mi Mix 3 prova-se bastante resistente em teste independente

Podemos, de igual forma, referir também a presença de duas câmaras fotográficas na traseira do smartphone, com sensores de 12MP. Já na parte frontal temos uma câmara dupla de 24MP e 2MP.

Esta câmara frontal encontra-se albergada no tal mecanismo deslizante que referi mais acima. Ao contrário do Oppo Find X, esta porção de hardware do Xiaomi Mi Mix 3 é manual, portanto, és tu quem decide quando a mesma é aberta ou fechada.

Sabe mais sobre preços e envios do Xiaomi Mi Mix 3 aqui

Todavia, este tipo de abordagem levanta novamente algumas questões de resistência. De acordo com a Xiaomi, este mecanismo será capaz de aguentar, pelo menos, 300.000 repetições de movimento.

Mas um teste independente ao compartimento deslizante do Xiaomi Mi Mix 3 veio mostrar que o mesmo consegue ser ainda mais resistente. O teste em causa foi desenvolvido pela Digital Tail e mostra-nos que este mecanismo consegue superar as 600.000 repetições.

Aliás, alcançado esse marco, o smartphone continua a funcionar de forma exemplar. Nada nos indica que o mesmo tenha sido submetido a semelhante teste de tortura.

Este teste revela-se como uma pequena curiosidade mas, ao mesmo tempo, como forma tranquilizadora para detentores e possíveis compradores do Xiaomi Mi Mix 3. Desse modo, comprova-se que este smartphone poderá ser o teu fiel companheiro por muitos anos, sem deterioração de um dos seus principais pontos diferenciadores.

Editores 4gnews recomendam:

Xiaomi Black Shark já vende para Portugal de forma oficial

Samsung Galaxy S10 vai ter um ‘truque’ para esconder a câmara frontal

Facebook Messenger poderá vir a deixar-te ver vídeos com amigos

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.