Xiaomi Mi A1 - O primeiro smartphome global da Xiaomi foi oficializado
Xiaomi Mi A1 com Android One

A Xiaomi lançou hoje a pedra basilar para a sua expansão em mercados globais. O seu novo terminal, o Xiaomi Mi A1, promete ser um equipamento acessível e com especificações que certamente conquistarão o coração de muitos utilizadores.

Boas especificações, tecnologia de ponta e um custo acessível é a tríade que a Xiaomi idealizou quando pensou em associar-se com a Google para a produção do Xiaomi Mi A1. Aliás, este terminal é muito semelhante ao seu primo, Xiaomi Mi 5X, uma vez que o design é quase idêntico e conta ainda com a experiência de usuário do Android Puro.

Vê também: Novos Bq Aquaris V e Aquaris U2 serão apresentados a 19 de setembro

Design e ecrã do Xiaomi Mi A1

Design e Construção do Xiaomi Mi A1

De construção metálica, de aparência idêntica ao Xiaomi Mi 5X e me este equipamento irá estar disponível em três cores: preto, rosa dourado e dourado. Mede 55.4×75.8×7.3mm e pesa 165 gramas. No seu painel traseiro está encrustada a dual-câmara e o sensor de impressão digital.

É interessante referir que quem comprar a versão em preto, terá um revestimento anti-dedadas, bastante útil para quem não gosta de usar capas ou outro tipo de proteção no seu smartphone.

O Xiaomi Mi A1 tem um ecrã de 5,5 polegadas Full-HD com uma resolução de 1920×1080 pixels. É revestido por Gorilla Glass, mas sem confirmação oficial ainda por parte da Xiaomi, pelo que se espera que seja a versão 3 ou superior.

Dual-Câmara Premium está presente no Xiaomi Mi A1

É verdade. O conceito que a Xiaomi pretende introduzir é que não é preciso gastar uma quantia absurda para se ter um smartphone que capta imagens fotográficas com qualidade acima da média.

As duas lentes de 12 megapixeis, uma grande angular e outra teleobjetiva com zoom óptico de 2x, produzem imagens vívidas, mesmo condições de lusco fusco, ou até à noite. Tudo isto é possível graças ao seu sensor de 1.25 micron pixels.

A fabricante chinesa afirma que a câmara presente no Xiaomi Mi A1 é capaz de captar imagens com qualidade bastante semelhantes às do iPhone 7 Plus.

Até foi feita uma comparação entre o iPhone 7 Plus, o One Plus 5 e o Xiaomi Mi A1. De facto, quando o efeito bokeh é produzido, o Xiaomi Mi A1 é o claro vencedor com uma imagem e limites melhor definidos.

Desempenho do Xiaomi Mi A1

Tal e qual ao Xiaomi Mi 5X, o Xiaomi Mi A1 está equipado com o processador Qualcomm Snapdragon 625, que já deu provas quanto à sua performance e à gestão eficaz da bateria. O terminal vem ainda equipado com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno. Tem ainda carregamento por USB Tipo-C e uma bateria de 3080mAh.

O Xiaomi Mi A1 promete ainda uma qualidade de som acima da média, isto graças ao amplificador de 10V que equipa o terminal. É incluído também uma entrada para jack áudio de 3.5mm.

Xiaomi Mi A1 oferece uma experiência de Android Puro

Aqules que gostam da Xiaomi pela sua interface de usuário caseira – a MIUI – poderão ficar desiludidos com este novo terminal. A verdade é que o Xiaomi Mi A1 traz consigo o Android One.

Relembro os leitores que o projecto do Android One esteve em standby durante largos anos. Desde 2014 que não tivemos qualquer smartphone com esta designação o que levou a crer que o projeto tivesse sido abandonado.

No entanto, este Xiaomi Mi A1 veio ressuscitar o projecto Android One. De facto uma das vantagens é poder receber updates directamente da Google e ainda armazenamento ilimitado de fotografias na plataforma Google Photos.

Preços e disponibilidade

O Xiaomi Mi A1 vai estar disponível nestes países

Quanto à disponibilidade do Xiaomi Mi A1, é aqui que as coisas ficam de facto interessantes. Apesar de o equipamento ter sido oficializado na Índia, foi anunciado que o terminal irá estar disponível globalmente, nos países supra citados na imagem.

Isto pode muito bem ser o início de um novo ciclo para a Xiaomi: a sua expansão global. Os países escolhidos não foram ao acaso, o que pode revelar a humildade da empresa ao querer começar devagar, e não se lançar de cabeça para mercados mais apetitosos.

Pessoalmente, fico entusiasmado pois daqui a uns tempos poderemos ver mesmo ver uma loja da Xiaomi, oficial, em território nacional. Era fantástico não era?

As vendas vão começar no dia 12 de Setembro exclusivamente através do site oficial da Xiaomi. O preço vai se fixar nos 200€.

Outros assuntos relevantes:

China proíbe ICO’s e Bitcoin sofre uma queda ainda maior

Os valores do Apple iPhone 8 e possíveis variantes de memória revelados

Opinião – Xperia Compact é o melhor da estratégia da Sony

ViaGizmoChina
FonteMi
Aveirense de gema. Licenciado em Enfermagem. Apaixonado por fotografia e media digital. Interessado pela importância que a tecnologia representa no nosso dia-a-dia, especialmente o seu contributo para a evolução dos cuidados de saúde.