Xiaomi Mi 8 Android Oreo Snapdragon 845
Muito em breve, esta será a “caixa” mais popular da Internet.

Estamos já a poucas horas do início do próximo evento de apresentação de produtos da 4ª maior fabricante mundial e 4ª maior fabricante na Europa. Evento que terá lugar na cidade de Shenzen, a capital tecnológica da China. Aí ficaremos conhecer os smartphones Android Xiaomi Mi 8 e o Xiaomi Mi 8 SE, o primeiro com o Snapdragon 845 e o segundo com o Snapdragon 710.

Dois novos smartphones com dois dos melhores processadores da fabricante norte-americana, a Qualcomm. Com efeito, a fabricante Android prepara-se para celebrar o seu oitavo aniversário com todo um novo leque de produtos. Entre eles, uma edição especial do seu próximo topo de gama.

Vê ainda: Xiaomi tem um novo saca-rolhas elétrico por cerca de 12€

Seguindo o exemplo da Apple, seja na utilização dos Animoji como também na nomenclatura SE (Special Edition) para um produto mais acessível. A empresa de Lei Jun mantém-se assim fiel ao mote “Apple chinesa”.

Ainda assim, é sem dúvida cativante vermos a confirmação do processador (SoC) Snapdragon 710 neste Xiaomi Mi 8 SE. Depois de aqui termos dado a conhecer todas as mais valias deste novo “motor”, a fabricante Android surpreende-nos ao utilizar já este SoC.

Snapdragon 710 fará a sua estreia no Xiaomi Mi 8 SE

Esta plataforma móvel fora conhecida como Snapdragon 670, esclarecendo a Qualcomm o seu nome mais recentemente. Temos aqui um processador octa-core (8 núcleos) que se coloca imediatamente abaixo da série 8xx e imediatamente acima da série 6xx. Trata-se de uma nova série focada no desempenho geral. Aliando economia de bateria, potência bruta e uma forte tónica na inteligência artificial (IA) para além de outras funções avançadas. Tudo isto com um preço por unidade (processador) mais em conta do que os SD8xx. Poderão consultar aqui a listagem completa das suas características.

Xiaomi Mi 8 SE Snapdragon 710 Qualcomm Snapdragon 845 Android
Esta é a película que por norma protege os ecrãs dos smartphones e no qual estão presentes as características do terminal Android

Este Snapdragon 710 mantém o processo de fabrico a 10nm, tal como no modelo topo de gama, o Snapdragon 845. Todavia, ao contrário deste, o novo SD710 possuiu uma organização assimétrica, uma configuração nucleica de 6+2 núcleos.

Xiaomi Mi 8 SE será o mais económico dos novos smartphones Android

Com efeito, temos dois núcleos Cortex-A75 focados unicamente na performance com uma frequência máxima de 2.2Ghz. Temos também 6 núcleos Cortex-A55 otimizados para a poupança energética. Temos também um novo ISP (processador de sinal de imagem) mais avançado para o tratamento das imagens.

Prometendo melhorar também todo o desempenho gráfico face ao Snapdragon 660, temos aqui a nova Adreno 616, a GPU ou gráfica. Melhorias que se sentirão nos resultados obtidos pela câmara dupla com resolução de 20MP, tal como é referido na imagem acima. Teremos aqui uma câmara com integração da IA (inteligência artificial) e com pixéis de 1.4 micrómetros.

A imagem que podemos ver mais acima mostra ainda um ecrã com o recorte ou notch no topo. Algo a que já nos habituamos, tanto nos dispositivos iOS como nos equipamentos Android mais atuais. Note-se que na imagem temos o autocolante que por norma protege os ecrãs, uma das primeiras coisas a remover quanto tiramos o smartphone da caixa.

Imagem mostra-nos um ecrã longo e com “notch”

Com efeito, sendo perfeitamente expectável, teremos aqui um painel IPS LCD no Xiaomi Mi 8 SE. Contará também com o formato 18:9 ou 19:9 para acomodar o entalhe, recorte, notch ou monocelha (a terminologia varia).

Numa nota já pessoal, ao passo que inicialmente considerava a versão SE (Special Edition), a mais cara. A mais premium e com melhores especificações, agora o cenário inverteu-se. Neste smartphone Android não teremos o leitor de impressões digitais no ecrã e provavelmente nem o reconhecimento facial 3D.

Será a opção mais económica e provavelmente a opção mais procurada no novo alinhamento de gama alta. Em suma, para todos os efeitos este será um Mi 8 menos potente e mais acessível, algo que é sempre bem-vindo.

A presença do leitor de impressões digitais no ecrã parece ter sido relegada para uma versão “Premium”. Isto depois de termos visto aqui, a suposta versão standard, com o sensor biométrico presente na traseira do smartphone.

Assuntos relevantes na 4gnews:

PUBG e Fortnite em tribunal por alegada violação de direitos de autor

Motorola One será o próximo smartphone com o Android One da Google

Xiaomi Mi 8 e Mi 8SE: O resumo que te esclarecerá sobre o assunto

Fonte

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).