Xiaomi Mi 8 Pro chegará de forma oficial à Europa

David Ventura

Xiaomi Mi 8 Pro chegará de forma oficial à EuropaA Xiaomi prepara-se para reforçar a sua presença em solo europeu através da entrada no Reino Unido com o Xiaomi Mi 8 Pro. São já 82 a lista de países em que a Xiaomi marca a sua presença de forma oficial.

A oficialização decorrerá com um evento no dia 9 de Novembro em Londres. Assim, para marcar a entrada em terras de Sua Majestade, a Xiaomi irá brindar os fãs com a apresentação do Xiaomi Mi 8 Pro na sua versão Global.

Vê ainda: Thunder Purple é a nova cor do smartphone OnePlus 6T

Esta dedução é feita através da imagem celebrativa em que vemos um dispositivo sem margens e com o desbloqueio no próprio ecrã

O que esperar do Xiaomi Mi 8 Pro

O Xiaomi Mi 8 Pro tem em destaque um ecrã de 6.21" polegadas com tecnologia Super AMOLED a 2248 x 1080p com a famosa notch no topo do terminal. Em termos de câmaras, contaremos com um duplo setup de 12 MP com estabilização ótica e zoom. Na parte frontal temos a câmara de selfie com 20 MP e uma abertura de f/2.0.

O processador que alimentará o equipamento será o Qualcomm Snapdragon 845. Ademais, o consumidor terá a sua disposição duas versões uma de 6/8GB de RAM aliado a 128GB de armazenamento interno.

O sistema operativo é o Android 8.1 customizado pela MIUI 10. A autonomia está garantida por uma bateria de 3,000 mAh com suporte para carregamento rápido. Em termos de conectividade destaca-se a inclusão de Bluetooth 5.0, USB OTG, USB Tipo C, dual-band GPS e suporte para dual-SIM.

Como adquirir os equipamentos no Reino Unido?

O consumidor britânico poderá comprar os equipamentos de três formas. Contrato com a operadora Three UK; sem fidelização pelo preço total e ainda através do site oficial da Xiaomi UK. Ou seja, não faltarão possibilidades!

É empolgante ver a posição da gigante chinesa reforçada em solo europeu. Ainda assim, acredito que a conquista do mercado britânico será importante para consolidar a Xiaomi como uma fabricante a ter em conta. No entanto, ainda paira sob a Xiaomi uma certa desconfiança do utilizador quanto aos seus equipamentos e à sua utilização na Europa.

Dessa forma, a meu ver, é uma questão de números. Ou seja, um crescente número de vendas nas lojas europeias justifica a abertura e expansão da marca para novos países. Com isso, a aposta em criar modelos globais sai mais forte. No fim, quem ganha é o consumidor.

Editores 4gnews recomendam:

Black Shark está preparado para enfrentar o mundo!

Google Chrome 71 traz uma melhoria que todos estávamos à espera

Android faz 11 anos! Vê como era o sistema quando tudo começou

Via