Xiaomi: 5 produtos ideais para oferecer no Dia do Pai

Bruno Coelho

Ainda não sabes o que oferecer no Dia do Pai ou esqueceste-te de tratar tudo com antecedência? Se estás com pouco tempo para comprar aquele presente especial, e precisas de algumas sugestões, a Xiaomi afirma ter a solução para ti.

Num dia que é sempre especial, a Xiaomi deixou aos fãs algumas opções tecnológicas para oferecer. Estas vão desde smartphones, a wearables, ferramentas de trabalho ou veículos elétricos. Neste artigo reunimos as sugestões.

1. Redmi Note 11

Se está na hora de trocar de smartphone, o Redmi Note 11 acaba de chegar a Portugal. Este chega ao nosso país com um preço atrativo de 199,99 € na versão base, e tem ofertas interessantes. Se comprares até 13 de março recebes uns auriculares Redmi Buds 3 Lite à borla, e tens ainda a oferta de uma reparação de ecrã nos primeiros 6 meses.

xiaomi

2. Xiaomi Mi Band 6

Se queres desafiar o teu pai para uma vida mais ativa, a Xiaomi Mi Band 6 (Mi Smart Band 6) é o produto ideal. É a smartband mais vendida no mundo há vários anos, e tem 30 modos de desporto. Está a 39,99 € no site oficial.

xiaomi

3. Mi Cordless Screwdriver

Queres atualizar as ferramentas para a bricolage? A parafusadora Mi Cordless Screwdriver destaca-se pela potência, versatilidade e portabilidade. Tudo isto por 34,99 €.

xiaomi

4. Mi Electric Scooter Pro 2 Mercedes-AMG Edition

Se o teu pai gostar de Fórmula 1, a Xiaomi tem o produto perfeito. A trotinete elétrica Mi Electric Scooter Pro 2 Mercedes-AMG Edition custa habitualmente 799,99 €. Mas à data de escrita pode ser compra por apenas 549,99 € com um design único.

xiaomi

5. Mi Portable Photo Printer

Se queres eternizar este dia, podes oferecer a Mi Portable Photo Printer. Trata-se da impressora mais compacta e potente da atualidade e permite editar e imprimir instantemente a partir do smartphone. Está a 64,99 €.

xiaomi

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.