Xiaomi 12 Ultra terá o logo da Leica embutido. Vê a primeira imagem

Bruno Coelho
Comentar

No final do mês de maio, a Xiaomi anunciou oficialmente uma parceria que promete ser histórica para as câmaras dos seus smartphones. Os rumores tornaram-se uma realidade, e a fabricante chinesa junta-se à Leica.

O primeiro smartphone a ter desenvolvimento conjunto de ambas as fabricantes será lançado no próximo mês de julho. E tudo leva a crer que seja o Xiaomi 12 Ultra, ainda não lançado este ano pela marca chinesa.

Uma imagem do alegado smartphone foi partilhada pelo reputado leaker Digital Chat Station na rede social Weibo. Esta mostra parte da traseira do smartphone do smartphone, com um logo da Leica embutido.

Fonte: Digital Chat Station
Fonte: Digital Chat Station

Depois do Leitz 1 (smartphone da própria Leica), esta será a primeira vez que um smartphone terá a honra de ostentar o logo da Leica. A confirmar-se a disposição, ficará no canto superior direito da traseira do equipamento.

Design com leve inspiração do Galaxy S22 Ultra

A mesma fonte refere que a traseira do Xiaomi 12 Ultra será composta por um acabamento em pele sintética preta ou cerâmica branca. Como se nota pela moldura, parece haver alguma inspiração no design do Samsung Galaxy S22 Ultra.

Xiaomi and @leica_camera have officially reached a global strategic partnership in mobile imaging.Combining the legendary image and innovative technology, let's look forward to a new era of mobile photography in July! pic.twitter.com/GyFut9ZTlg

— Xiaomi (@Xiaomi) 23 de maio de 2022

Quanto às especificações de câmaras, o terminal é esperado com um sensor principal de 50 MP. Este será acompanhado por uma ultrawide de 48 MP e ainda uma lente periscópica para zoom de 48 MP.

Resta-nos esperar por mais dados sobre a apresentação deste produto, que até pode ter a companhia do Xiaomi 12S.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.