Isso é um Windows Phone? Não, é um "browserphone"

Pedro Henrique

Nas últimas semanas, a chegada de várias notícias relacionadas com o Windows Phone da Microsoft, foram muitos os focos de contestação criados por parte dos seus utilizadores.

Em destaque, pode falar-se do facto de terem sido vendidos apenas 6 milhões de smartphones Windows em 2016, ou da Lumia 950 quando ele foi lançado, isto é, por mais de 500€ que, ao fim de pouco mais de 12 meses, vêem o seu dispositivo a metade do preço nas lojas e, pior do que isso, com um software que parece não ter evoluído desde então. E isso levaria a uma outra questão que poderá ficar para um próximo artigo: tantas builds e continua tudo igual.

Sem dúvida que a minha/nossa Microsoft que chegou a 2017 com um dos melhores sistemas de sempre para PC (para a a sua época)acabará por trazer algo tão bom para Mobile. Resta saber quando. Assim, penso que, como outros fãs da plataforma, a Microsoft diga o que é que efetivamente pensa fazer com o futuro dos seus Windows Phones. Estas indecisões é que são escusadas e não beneficiam nem a própria empresa nem os seus utilizadores.

Talvez queiras ver:

TAG Heuer apresentará novos smartwatches já em maio

2016: o ano em que o Moto G4 e Huawei P9 Lite definiram o mercado de Gama Média

Nokia poderá estar a preparar o lançamento de um poderoso terminal

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.