Windows 11: instalador cai na net e sugere que o upgrade será gratuito

Paulo Montenegro
Comentar

Com lançamento programado para o dia 24 de junho, o Windows 11 continua a protagonizar diversas fugas de informação e a mais recente delas envolve o seu instalador que caiu na net.

Um arquivo ISO que traz a compilação 21996.1 do sistema operativo está a ser partilhado, colocando as novidades nas mãos de vários utilizadores antes do grande anúncio oficial.

Ele pesa cerca de 4,87 GB e contém uma versão prévia do sistema que foi atualizada por último em 30 de maio, que nos dá importantes dicas sobre o que podemos esperar.

Windows 11
Instalador do Windows 11 mostra as diferentes versões do sistema operativo

Upgrade gratuito, exceto para o Windows 8

Utilizadores ficarão felizes em saber que o Windows 11 deve chegar, de início, como uma atualização gratuita para aqueles que já estão em versões anteriores (com exceção do Windows 8).

A decisão pode ter sido tomada como uma medida para incentivar o upgrade para a mais recente versão do sistema, estratégia que a Microsoft também utilizou no lançamento do Windows 10.

O XDA sugere que utilizadores no Windows 8 terão de atualizar para o 8.1 para serem elegíveis ao upgrade gratuito, algo que não deverá dar-lhes muito trabalho.

Windows 11
Compilação 21996.1 do Windows 11 foi atualizada em 30 de maio

É basicamente o Windows 10 com uma nova cara

Essencialmente, o Windows 11 é um Windows 10 com uma nova cara. Apesar de alguns elementos visuais terem sido atualizados, a experiência geral de uso deve ser exatamente mesma.

Por isso, utilizadores do Windows 10 não deverão estranhar ou sentir-se desconfortáveis com as mudanças trazidas na nova versão do sistema operativo, que foram herdadas do Windows 10X (projeto que foi cancelado pela Microsoft).

A versão final do Windows 11 possivelmente trará pequenas diferenças da que foi partilhada na net, portanto, podemos esperar uma ligeira mudança, mas, de maneira geral, utilizadores agora sabem o que esperar em novidades.

Editores 4gnews recomendam: