WhatsApp aplicará os novos termos a 15 de maio, mas não apagará contas!

Rui Bacelar
Comentar

As mudanças à política de privacidade e termos de serviço anunciados em janeiro de 2021 foram, num eufemismo, particularmente mal recebidas. O estreitar de laços com o Facebook lançou ondas de contestação entre os mais de dois mil milhões de utilizadores.

Como resultado, a plataforma de comunicações viria a adiar a sua aplicação (entrada em vigor) para 15 de maio. Entretanto, a opinião dos utilizadores, sobretudo fora da União Europeia, continuaria a degradar-se, sangrando vários milhares para a Telegram e Signal.

WhatsApp moderou a aplicação dos novos termos a 15 de maio

WhatsApp scraps May 15 deadline for accepting privacy policy, says no accounts will be deleted if terms not accepted by users

— Press Trust of India (@PTI_News) 7 de maio de 2021

Face ao sucessivo descalabro junto da opinião pública a plataforma parece ter agora moderado a aplicação dos novos termos a 15 de maio como havia então determinado. Resta agora, contudo, saber qual será a nova data, caso efetivamente se venha a aplicar.

No entanto, os utilizadores que acabaram, entretanto, por aceitar a nova política de privacidade e termos de utilização continuarão adstritos a estes. Importa também frisar que o WhatsApp não apagará as contas de utilizadores que não aceitarem estas alterações.

É o resultado de um contínuo degradar da imagem pública da plataforma junto dos utilizadores. Ainda que, efetivamente na União Europeia pouco ou nada mudasse face ao RGPD vigente, fora da UE as mudanças já seriam mais invasivas.

De qualquer modo, a plataforma já vem a partilhar várias métricas e metadados com o Facebook desde 2016, sendo a recente alteração proposta um consolidar da prática já reiterada. Ainda assim, a empresa parece ter dado agora um passo atrás.

O êxodo do WhatsApp fez-se sentir no início de 2021

WhatsApp

Esta afirmação da Press Trust of India, plasmada no tweet acima, não retrata fielmente os eventos. Após a publicação em questão, afirmando que a empresa teria desistido da mesma, o grupo Facebook veio a público clarificar o assunto.

Segundo fonte oficial, os novos termos e condições entrarão em vigor a 15 de maio. No entanto, a plataforma não apagará as contas que, até à data, se recusem a aceitar os mesmos, não significando isto que não o venha a fazer em ocasião futura.

Não obstante, trata-se de uma postura mais branda perante a aplicação quase forçosa dos novos termos de serviço. A empresa reitera o seu compromisso na sua aplicação, mas será leniente com os utilizadores que continuem a resistir à mudança.

Ainda assim, os utilizadores que não tiverem dado o seu aval para a aplicação dos novos termos terão as funcionalidades do WhatsApp reduzidas. Não verão a sua conta suspensa, nem eliminada, mas estará truncada em alguns aspetos-chave, por definir.

Sintetizando. Mantém-se a data de entrada em vigor para 15 de maio, mas não haverá lugar à eliminação de contas.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.