WhatsApp pode trazer uma característica que destruirá o MBWay

Filipe Alves
Comentar

O WhatsApp já há uns anos que está a criar o verdadeiro concorrente ao MBWay e parece que a nova funcionalidade de pagamentos está prestes a ser implementada no maior mercado onde o WhatsApp está presente.

A Índia foi o país escolhido para o teste. Lembro que a Índia é o segundo maior mercado do mundo, contudo, visto que o WhatsApp não está disponível na China, este é o maior que o WhatsApp pode testar a nova funcionalidade. Ou seja, não é uma decisão de ânimo leve e mostra-nos que o Facebook (dono do WhatsApp) está sério sobre esta nova característica.

WhatsApp será seriamente parecido com o MBWay

WhatsApp Pay MBWay

Em Portugal utilizamos o MBWay porque é cómodo, rápido e seguro. O WhatsApp iria funcionar de forma muito idêntica. Isto é, os utilizadores configuraram o seu número de telefone que está presente no WhatsApp com o seu banco. Enviar dinheiro para amigos, família ou negócios, será tão simples quanto é com o MBWay.

Já há dois anos que o WhatsApp trabalha nesta ideia

Foi em 2018 que o WhatsApp começou a construir esta funcionalidade em 2018 nesse mesmo país. Ao que parece, a funcionalidade tem estado estável na versão Beta e estão agora preparados para lançar para o país com mais de mil milhões de pessoas. Como seria de esperar, a distribuição da funcionalidade será faseada nesse país.

Pagamentos via WhatsApp no resto do mundo

Sabemos que o WhatsApp quer chegar mais longe que apenas na Índia, contudo, não será tarefa fácil. Em Portugal, o MBWay tem sido a escolha dos utilizadores e noutros países há serviços idênticos.

Contudo, não podemos descartar a possibilidade de ter um serviço do WhatsApp a nível mundial. Por exemplo, seria bem mais simples para enviar dinheiro de Portugal para o Brasil. Visto que o serviço pode existir em ambos os países e é uma das Apps de comunicação mais populares do mundo.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.