Vodafone revela informações sobre falhas de segurança em dispositivos da Huawei

António Guimarães

De acordo com a Bloomberg, a Vodafone Itália descobriu que os equipamentos utilizados em infraestruturas possuiam falhas de segurança graves. Estas 'backdoors' escondidas davam acesso à redes fixas e de internet dos utilizadores caseiros.

Estas falhas de segurança foram descobertas entre 2009 e 2011 nos routers de internet da Huawei. Contudo, não foram encontradas provas de dados de utilizadores comprometidos.

huawei

O mais chocante é que estas falhas e vulnerabilidades continuaram nos seguintes no Reino Unido, Alemanha, Espanha e Portugal. Exactamente, o nosso cantinho lusitano não escapou das falhas de segurança da Huawei.

Especula-se que a Vodafone tenha continuado a utilizar os equipamentos vulneráveis por uma questão de poupança custos. Nada como poupar uns euros e potencialmente comprometer a integridades das infraestruturas.

A reputação da Huawei continua a ser afectada por estas situações

Pode estar a pensar porque é que só agora é que estas notícias vieram ao de cima, visto que as falhas foram descobertas há 10 anos atrás. A verdade é que na altura a Vodafone afirma que essa questão foi resolvida em 2011.

Entretanto, o ano de 2019 está a ser recheado de controvérsias que não favorecem a Huawei. Inclusive foi partilhado no Twitter recentemente que quase um terço dos países que compõe o produto bruto mundial baniram a fabricante chinesa.

Countries that have banned Huawei make up nearly a third of the world’s GDP https://t.co/boVXpA3J6Y pic.twitter.com/jjzvvkbSgJ

— Bloomberg (@business) 30 de abril de 2019

Para piorar a situação, a tecnologia 5G está a caminho e os países estão a aplicar bastante escrutínio na Huawei em relação a implementações. Já sabemos que o Estados Unidos por exemplo, baniram por completo a marca em equipamentos e infraestruturas.

Já o Reino Unido parece ter decidido dar o 'braço a torcer' permitindo o uso de equipamentos da Huawei em partes não vitais das suas redes de infraestruturas. Mesmo assim, as coisas não estão positivas para a fabricante chinesa

PS: Comunicado oficial da Huawei Portugal:

" A situação apontada refere-se a uma questão identificada e corrigida em 2011 e 2012. As
vulnerabilidades de software são um desafio de toda a indústria. Como qualquer fornecedor de ICT,
temos processos robustos de monitorização, identificação e correção (patches). Sempre que uma
vulnerabilidade é identificada, trabalhamos lado-a-lado com os nossos clientes na tomada das
medidas corretivas apropriadas
."

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.