galaxy-note-7-4gnewsA Samsung tem vivido dias de grandes emoções. Depois do Samsung Galaxy Note 7 ter sido recolhido mundialmente por alegados problemas de sobreaquecimento das baterias e consequente explosão, as vendas serão retomadas na Europa no final do próximo mês.

Perdem-se a conta ao número de relatos de explosões provocadas pelo topo de gama da Samsung. Contudo, a partir do próximo dia 28 de Outubro, a Samsung poderá respirar de alívio e ver estes seus grandes equipamentos a serem vendidos na Europa com a fluência normal desta tipologia de smartphones (se entretanto não surgir nenhum impedimento que implique o adiamento da retoma das vendas).

Vê também: Tablet da Samsung começa a fumegar obrigando voo a aterrar de emergência
O nosso unboxing ao Samsung Galaxy Note 7

   

No que respeita a números, na Europa, 57% dos equipamentos entregues aquando do recall já foram novamente entregues aos seus proprietários sendo por isso, possível para esta marca sul coreana prever que as vendas normais retomarão no final do próximo mês. Com este azar que assombra(ou) a Samsung, esta marca perdeu vários biliões no mercado de acções. Contudo, a maioria das pessoas que tinham comprado ou, pelo menos, estavam interessadas em comprar este equipamento antes deste recall, continuam a ter a mesma intenção. Tendo nas últimas horas surgido notícias de um Note 7 (que supostamente não tinha este problema) ter explodido na China, será mesmo a 28 de Outubro que a Samsung poderá mudar a página da sua história e prosseguir o caminho bem sucedido que tinha vindo a traçar até aqui?

Talvez queiras ver:

Samsung acaba de adquirir uma nova tecnologia para os seus ecrãs

Samsung Galaxy On8 anunciado oficialmente, um gama-média com ecrã AMOLED

Xiaomi Mi 5s e Mi 5s Plus anunciados oficialmente por valores aliciantes