A Ulefone tem apresentado os mais variados smartphones ultimamente. O mais recente é o Ulefone Gemini Pro que ficará disponível no início de 2017 e se trata de um excelente equipamento a um preço delicioso.

Este Gemini Pro não só trará um excelente desempenho para o preço como será um autêntico desejo para todos os amantes da fotografia. Para todo o público que adora capturar todo o tipo de momentos com o seu smartphone e partilhá-lo com as pessoas mais especiais, esta é a escolha perfeita.

   

Porquê? Porque este smartphone tem três, repito, três câmaras de 13MP cada. Passo a explicar, duas câmaras na sua traseira e uma na parte frontal do equipamento. Começando pela frontal, a sua câmara de 13MP deverá satisfazer todo o tipo de selfies que possas querer tirar! Na sua traseira, nada mais nada menos que uma Dual-Câmara de 13MP cada uma para que consigas guardar todos os pormenores dos teus retratos.

Mas a qualidade fotográfica não é o único aspeto positivo deste Ulefone Gemini Pro. Este smartphone também é perfeito para quem procura um performance bastante aceitável já que tem um processador Helio X27 aliado de 4GB de memória RAM. E se eu disser que ele tem ainda 128GB de armazenamento? Pois é, se as coisas pareciam não poder ser melhores, são.

Para terminar, a construção de Gemini Pro de 5,5 polegadas é toda ela em volta de um corpo metálico onde podes encontrar ainda um leitor de impressões digitais. Para terminar, depois de tantas especificações tão similares àquelas que encontramos em dispositivos caríssimos à venda no mercado, alia-se ainda o facto do software nele presente ser o Android 7.0.

E por falar, em dispositivos caros, este Ulefone é tudo menos isso. Pois claro, ele custa cerca de 200€. Sim, não estás a ler mal. Duzentos euros por um autêntico flagship que tem tudo para alegrar o novo ano que se avizinha.

Talvez queiras ver:

Samsung Galaxy S8 Plus pode chegar com um ecrã de 6 polegadas

Novos MacBook Pro continuam a decepcionar quanto à sua autonomia

Honor 8 receberá Android 7.0 Nougat e EMUI 5.0 em fevereiro