Tudo o que sabemos sobre a próxima série de topo Samsung Galaxy S23

Mónica Marques
Comentar

Um dos lançamentos mais aguardados no universo Android é a próxima série de topo da Samsung Galaxy S23.

Muitos rumores apontam já as alterações que a gigante sul-coreana vai fazer nos seus smartphones premium. Neste artigo juntámos todas as informações disponíveis sobre o que podemos esperar ver nos novos modelos Galaxy S23.

Data de lançamento da série Galaxy S23

Samsung Galaxy S22
Samsung deve manter a tradição e também os novos modelos Galaxy S23 devem chegar em fevereiro de 2023 Crédito@Samsung

No que diz respeito ao cronograma de lançamento da sua série de topo de gama, geralmente a Samsung segue rigorosamente os seus planos. A apresentação oficial destes modelos, assim como a sua disponibilização nas lojas a nível global, habitualmente acontece no mês de fevereiro.

A empresa opta por realizar um evento Unpacked dedicado à revelação da nova série de smartphones, ao invés de utilizar os palcos do Mobile World Congress que acontece também no mês de fevereiro em Barcelona.

E parece que com a série Galaxy S23 vai manter a tradição. De acordo com a publicação sul-coreana The Chosun Ilbo (jornal diário mais antigo da Coreia do Sul), a empresa vai revelar a nova série de smartphones durante a primeira semana de fevereiro de 2023, exatamente num evento Unpacked.

A mesma publicação de referência na Coreia do Sul avança ainda que a 17 de fevereiro, os três novos Galaxy S23 vão estar nas prateleiras das lojas.

E esta é a hipótese com mais probabilidades de acontecer. Outros rumores indicam que este a Samsung iria revelar os novos modelos a 22 ou 23 de dezembro, sendo que depois chegariam às lojas a 6 de janeiro de 2023. Mas parece pouco provável que a gigante sul-coreana faça um dos seus lançamentos mais importantes numa data tão próxima do Natal que lhe pode retirar destaque.

Ecrã: Galaxy S23 Ultra com ecrã maior e mais avançado

Pelo que sabemos o modelo base vai chegar com um ecrã de 6,1 polegadas enquanto o Galaxy S23+ terá 6,6 polegadas e o Ultra 6,8 polegadas. Todos serão AMOLED e fornecem uma taxa de atualização de 120 Hz, mas o ecrã do Galaxy S23 terá uma resolução Quad HD+ enquanto os outros modelos da série vão fornecer uma resolução de 2340x1080 pixéis, ou seja, Full HD+.

À semelhança do que acontece com a geração anterior, o Galaxy S23 Ultra deverá ser o único com ecrã LTPO 2.0 e, por essa razão, também o único a ter uma taxa de atualização variável de 1 a 120 Hz para poupança de energia.

Processador Qualcomm ou Exynos?

Por regra, a Samsung disponibiliza na Europa a sua série Galaxy S equipada com processadores Exynos, proprietários da empresa. Nas restantes regiões do mundo, os modelos chegam ao mercado com processadores da Qualcomm.

Mas parece que este ano, a gigante sul-coreana vai uniformizar a série e lançar em todo o mundo a série Galaxy S23 com o chip Snapdragon 8 Gen 2 aos comandos. Pelo menos, a acreditar nas palavras de Akash Palkhiwala, diretor financeiro da norte-americana Qualcomm.

Numa reunião de direção, a apresentar os resultados financeiros da empresa, o responsável afirmou que “a nossa participação de 75% nos Galaxy S22 subirá para uma participação global nos Galaxy S23”.

Esta afirmação leva a crer que a Samsung irá alterar a estratégia até aqui praticada na sua série de topo e que, desta vez, também o mercado europeu terá acesso aos modelos Galaxy S23 equipados com o novo chip Snapdragon 8 Gen 2.

De resto, todos os modelos vão ter suporte para comunicações 5G, assim como podem integrar o novo padrão Wi-Fi 7.

Espera-se também que o Galaxy S23 e S23+ tenham uma memória RAM de até 8 GB e de até 256 GB de capacidade no armazenamento interno.

O Galaxy S23 Ultra será “ultra” nestas especificações com de até 12 GB de memória RAM e de até 1 TB de capacidade em armazenamento interno.

Baterias maiores para os Galaxy S23 e S23+

No que respeita à bateria, o modelo mais avançado Ultra deverá manter um exemplar de 5.000 mAh. A novidade pode surgir sobre a forma de um novo modo de poupança de energia que irá prolongar a vida da bateria, diminuindo um pouco o desempenho do terminal.

No entanto, os restantes modelos vão ter uma atualização neste componente. O Galaxy S23 terá uma bateria de 3.900 mAh maior que a do antecessor Galaxy S22 que conta com uma de 3.700 mAh.

O mesmo se passa com o Galaxy S23+ que terá uma bateria de 4.700 mAh ao invés da de 4.500 mAh presente no Galaxy S22+.

Câmara: Galaxy S23 Ultra deverá “saltar” para os 200 megapixéis

No departamento ótico, o Galaxy S23 Ultra será a grande estrela. O sensor primário de 108 megapixéis do seu antecessor deverá ser substituído por um sensor de 200 megapixéis.

De acordo com os rumores, o novo sensor não será o conhecido ISOCELL HP1, produzido pela sul-coreana, mas antes uma variante com 1/1,3 polegadas que, apesar de mais pequeno, será igualmente eficaz.

De resto, deverá manter a configuração de ultra grande angular de 12 megapixéis, sensor telefoto de 10 megapixéis e zoom ótico de 3x e sensor telefoto periscópio de 10 megapixéis com zoom ótico de 10x.

Quanto aos restantes modelos, não se esperam alterações na sua configuração de câmara traseira.

Para já, estas são as informações disponíveis sobre a nova série Galaxy S23 da Samsung. Mas, uma vez que ainda estamos a alguma distância da revelação, é provável que mais pormenores sejam divulgados publicamente.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt