Tesla deixa de aceitar Bitcoin como pagamento, e a criptomoeda afunda

Bruno Coelho
Comentar

Costuma dizer-se que basta Elon Musk fazer um tweet para abalar o mercado das criptomoedas. Mas desta vez foi mais que isso que o CEO da Testa fez. Isto porque foi anunciado que a fabricante de automóveis elétricos mais popular do mundo deixa de aceitar Bicoin como pagamento.

Recorde-se que, em março, Elon Musk anunciou que passaria a ser possível pagar um Tesla com Bitcoin. Os fãs e investidores da criptomoeda mais valiosa do mundo ficaram em polvorosa, mas a excitação durou pouco tempo.

Suspensos os pagamentos com Bitcoin na Tesla

Num tweet, Elon Musk anunciou que irão ser "suspensos" os pagamentos com criptomoedas na Tesla. O CEO da fabricante de automóveis afirma que por trás da decisão estão razões ambientais.

Tesla & Bitcoin pic.twitter.com/YSswJmVZhP

— Elon Musk (@elonmusk) 12 de maio de 2021

“A Tesla suspendeu as compras de veículos com Bitcoin. Estamos preocupados com o rápido aumento do uso de combustíveis fósseis na mineração e transações de Bitcoin, especialmente carvão, que tem as piores emissões de qualquer combustível”, pode ler-se no comunicado de Elon Musk.

“As criptomoedas são uma boa ideia a vários níveis e acreditamos que têm um futuro promissor, mas isto não pode vir com custo para o ambiente. A Tesla não vai vender nenhuma Bitcoin, e pretendemos usá-las para transações assim que as minerações passem para energia mais sustentável. Também olharemos para outras criptomoedas que usem menos energia que as Bitcoin”, rematam.

Como seria de esperar, esta ação teve grande impacto na Bitcoin, que caiu até aos 41 mil dólares durante as últimas horas.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.